domingo, 31 de julho de 2011

Miranda é derrotado em 51 segundos



O russo Zaurbek Baysangurov, 26, precisou de apenas 51 segundos para nocautear o veterano brasileiro Mike Miranda, 38, e faturar o título interino supermeio-médio (69,8 kg) da Organização Mundial de Boxe, em Odessa, na Ucrânia.

Miranda (34-4-0, 31 KO's) tentou avançar, mas era visível sua desvantagem de estatura da qual Baysangurov (26-1-0, 20 KO's) aproveitou com calma para fazê-lo regressar. Com um gancho de direita enviou o baiano ao solo.

O árbitro Robert Byrd, abriu contagem, a qual Miranda não bateu, e tentou voltar ao ringue a batalha após a mesma e é possível perceber pelos gestos da autoridade no tablado que segurava o baiano.


Sangramentos marcam vitória de Torres sobre Nava em épico mexicano

Jackie Nava (esq.) e Ana Maria Torres / (Foto: Pepe Rodriguez - WBC)


A luta entre as mexicanas Ana Maria “Guerrera” Torres, 31, e Jackie “La Princeza Azteca” Nava, 31, não teve disputa de título, mas foi um épico sangrento que marcou o melhor embate do final de semana e terminou com vitória por decisão unânime para Torres diante dos compatriotas na noite de sábado.

Torres (26-3-3, 15 KO's) com impeto e força de vontade capturou o título diamante dos galos (53,5 kg) do Conselho Mundial de Boxe ao dominar no início Nava (24-3-3, 11 KO's), que por sua vez também soube se impor e parecia que o combate seria igual ao encontro anterior entre ambas que terminou em empate.

Porém, a Princesa Azteca, perdeu terreno na apresentação tão sangrenta quanto o game Mortal Kombat e foi nos dois últimos rounds (9º e 10º) que viu o épico ir para Torres. Todos os árbitros apontaram 96-94 para Torres.

Jackie Nava / (Foto: Pepe Rodriguez - WBC)

Fonte: Fight News



















Maciel nocautea “Maloqueiro” no 1º round

Javier Maciel / (Foto: Ag. Internacionais)


Jonata “Maloqueiro” de Oliveira, 21, do Brasil não passou do 1º assalto com o argentino Javier “La Bestia” Maciel, 26, que com golpes bem colocados ficou com o cinturão latino supermeio-médio (69,8 kg) da Organização Mundial de Boxe, em combate efetuado em Buenos Aires, Argentina.

Maciel (19-2-0, 13 KO's) colocou um gancho no fígado e aproveitando a brecha colocou um cruzado de direita na face seguido de mais um gancho no abdomen de Oliveira (10-1-0, 9 KO's) que ficou em pé, mas recebeu mais uma no fígado para enfim cair.


Fonte: Ovación Online

Shumenov mantém título meio-pesado AMB

Belbut Shumenov / (Foto: Chris Cozzone)


O cazaque Beibut Shumenov, 27, manteve o cinturão dos meio-pesados (79,4 kg) da Associação Mundial de Boxe (AMB) com um nocaute técnico na 9ª etapa sobre o veterano americano Danny Santiago, 38, em combate feito ontem em Las Vegas, Nevada, E.U.A.

Uma sequência de golpes fez o árbitro Tony Weeks interromper o monólogo aos 46 segundos do 9º assalto. Na plateia estava o ex-campeão do Conselho Mundial de Boxe, o canadense Jean Pascal que perdeu o título para Bernard Hopkins, e tanto Pascal quanto Shumenov expressaram interesse em lutar.

Fonte: Fight News.



Jardón acaba com Tellez

Dante Jardón (dir.) e Adrian Tellez (esq.) / (Foto: Alma Dulce - All Star Boxing)


4º colocado no ranking de superpenas (59 kg) do Conselho Mundial de Boxe, o mexicano Dante “Crazy” Jardón, 23, bateu seu compatriota Adrian Tellez, 25, e manteve seu cinturão “Youth” da entidade no seu país. Tellez (15-6-1, 10 KO's) caiu diante de Jardón (18-1-0, 16 KO's) uma vez no 1º e duas no 2º, então a luta foi interrompida ao 1 minuto e 7 segundos da segunda etapa.

Fonte: FightNews

Peterson nocautea Cayo

Lamont Peterson (esq.) e Victor Cayo (dir.) / (Foto: Erik Kabik/Retna/ErikKabik.com)


Na categoria dos superleves (63,5 kg) em uma luta eliminatória para definir o desafiante ao título da Federação Internacional de Boxe (FIB) o 4º do ranking Lamont Peterson, 27, dos E.U.A nocauteou o 3º da tabela, Victor Cayo, 26, da República Dominicana, em um combate que foi uma verdadeira guerra de 12 rounds e terminou apenas nos segundos finais de forma explosiva diante da plateia do Cosmopolitan of Las Vegas, Nevada, E.U.A.

Ambos tiveram momentos de brilhantismo, mas Peterson (29-1-1, 15 KO's) disparou morteiros no corpo de Cayo (26-2-0, 18 KO's) que minaram a resistência do dominicano. No final do embate com a dupla cansada, a vantagem foi do americano que partiu pro combate próximo.

Um gancho de direita mandou Cayo para a lona de joelhos no final do 12º round, o árbitro Kenny Bayless abriu contagem, mas Cauo estava muito exausto para se levantar na contagem de 10 segundos.

Fonte: FightNews





Australiano Dib fatura cinturão pena da FIB

Billy Dib (esq.) e Jorge Lacierva (dir.) / (Foto: Peter McDermont)

O peso pena australiano Billy Dib, 25, capturou o cinturão vago da categoria pena (52,7 kg) versão Federação Internacional de Boxe (FIB) após vencer por decisão unânime em 12 rounds o mexicano Jorge Lacierva, 33, em Sydney, Australia, na sexta-feira.

Dib (32-1, 19 KO's) controlou bem a luta colocando combinações precisas e agressivas em Lacierva (39-8-6, 26 KO's). O latino mudou sua postura de ortodoxa para canhota em diversos momentos tentando confundir o australiano, porém como o futuro campeão se movia muito não conseguiu acertá-lo. Infrações foram cometidas por ambos lados, o árbitro Jack Reiss os advertiu.

Lacierva perdeu pontos no 4º assalto por infrações e acabou sofrendo um corte acima do olho esquerdo no 9º round e mais outro sobre o olho direito no 12º após uma cabeçada acidental. Os jurados viram a vitória de Dib por 119-109, 118-109 e 115-112.

Dib se une a uma longa lista de australianos campeões mundiais que inclui Daniel Geale, Jeff Fenech, Kostya Tszyu, Vic Darchinyan, Lester Ellis, Barry Michael, Lovemore N'dou, Robbie Peden, Gairy St. Clair e Susie Ramadan.

Fonte: Fight News

"Pantera" Miranda é desclassificado e vitória vai para Despaigne

Yordanis Despaigne (esq.) e Edison Miranda (dir.) / (Foto: Marco Perez)


O colombiano Edison “Pantera” Miranda, 30, perdeu por desclassificação aos 45 segundos do 5º round uma luta na categoria meio-pesado (79,3 kg) diante do cubano Yordanis Despaigne, 31, após repetir demasiadamente golpes abaixo da linha da cintura. O embate foi sexta-feira no Cosmopolitan of Las Vegas, Nevada, nos E.U.A.

Despaigne (9-1-0, 4 KO's) mostrou superioridade no início do combate agredindo Miranda (34-6-0, 29 KO'S) que já no final do 2º assalto apelou para seus golpe “surpresa” após o gongo, perdendo um ponto.

No 3º giro o “peralta” Miranda colocou outro golpe abaixo da cintura, Despaigne recebeu tempo regular para se recuperar e o colombiano perdeu mais um ponto. Pantera voltou a golpear abaixo da cintura e foi desclassificado.

Miranda expressou interesse em uma revanche e o empresário Luis DeCubas Sr. Declarou ao site BoxingScene.com “Yordanis não vê problemas em lutar com ele novamente”.

Errata: Edison Miranda não tirou a invencibilidade de Amir Khan como publicado anteriormente, mas sim Breidis Prescott (colaborou Alexsandro "Pit" Cardoso).

Fonte: BoxingScene.com







sexta-feira, 29 de julho de 2011

Rodada do Fim de Semana tem Mike Miranda, Reginaldo Holyfield e disputa de mexicanas

 Zaurbek Baysangurov (dir.) e Mike Miranda (esq.) / (Foto: Divulgação)

Para os brasileiros a luta mais importante é a disputa do cinturão interino dos médio-ligeiros da Organização Mundial de Boxe (OMB) no sábado na qual o campeão latino da OMB, Mike Miranda (34-3-0, 31 KO's) da Bahia enfrentará o ucraniano Zaurbek Baysangurov (25-1-0, 19 KO's) dono do cinturão da IBO (Organização Internacional de Boxe) – entidade de 2ª grandeza –. É a oportunidade que Miranda busca por toda sua vida.

Sexta-feira traz o retorno de um pugilista muito querido pela imprensa esportiva e que protagonizou uma das maiores rivalidades dos ringues brasileiros com o pernambucano Luciano “Todo-Duro” Torres. O meio-pesado Reginaldo “Holyfield” Andrade da Bahia luta hoje (41-5-0, 33 KO's) diante de Éder Campos Magalhães (3-4-0, 1 KO) em Salvador, capital baiana.

No mesmo dia, o superleve Lamont Peterson (28-1-1, 14 KO's) dos E.U.A encara Victor Manuel Cayo (26-1-0, 18 KO's) em Las Vegas numa eliminatória pelo cinturão da Federação Internacional de Boxe (FIB) em poder do inglês Amir Khan.

Belbut Shumenov (11-1-0, 7 KO's) do Cazaquistão coloca seu título dos meio-pesados da Associação Mundial de Boxe diante de Danny Santiago (31-4-1, 19 KO's) em combate também a ser realizado em Las Vegas, porém em ponto diferente ao de Peterson e Cayo.

No sábado ocorre a principal luta do final de semana, as mexicanas Jackie Nava (24-3-3, 11 KO's) e Ana Maria Torres (25-3-3, 15 KO's) fazem um tira-teima da luta que ocorreu em abril deste ano e terminou em embate. Ambas querem definir que é a Rainha do Boxe e não há cinturões de destaque em jogo, mas algo maior: orgulho.

Fonte: BoxRec

Conselho Mundial de Boxe tira cinturão de Timothy Bradley

Timothy Bradley segura os títulos da OMB (dir.) e CMB (esq.) / (Foto: Golden Boy Promotions)


Conforme o site especializado em boxe FightNews o Conselho Mundial de Boxe (CMB) retirou o cinturão superleve (63,5 kg) do americano Timothy Bradley, 27, após o mesmo não efetuar defesas.

Bradley (27-0-0, 11 KO's) declarou ao jornal de sua cidade, The Desert Sun, que uma carta oficial foi enviada ao seu empresário Cameron Dunkin. É a segunda vez que o CMB retira um cinturão do americano.

O cinturão agora estará em jogo na luta do mexicano Erik Morales e do argentino Jorge “La Hiena” bairros em 17 de setembro.

Fonte: FightNews.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Otas x Jackson Jr. adiado para dia 2 de agosto no Baby Barioni

 Pedro Otas e Jackson Jr. (Fotomontagem)

A luta entre Pedro Otas e Jackson Jr. que iria acontecer dia 29 em Santos no litoral paulista, foi adiada para o dia 2 de agosto no Conjunto Desportivo Baby Barione. A luta mais aguardada do ano deve ocorrer aproximadamente às 19 horas, porém as 17 horas iniciam os trabalhos dos amadores que agora contam com um torneio feminino.

Os combates previstos para a rodada de Santos envolvendo, Patrick Teixeira, Josenílson dos Santos, Julio Cesar "Gaspar" Duarte e Hamilton "Geladeira" Ventura foram adiados em decorrência do vulcão do Chile que atrapalha voos internacionais.

Portanto, o prazo de votação na enquete sobre o possível vitorioso foi estendido até o dia 1º de agosto.

Pedro Otas x Jackson Jr.
Endereço: Rua Germaine Burchard, 451 - Água Branca
Telefone: (11) 3673-5133


terça-feira, 26 de julho de 2011

O que especialistas pensam de Otas x Jackson Jr.?

Pedro Otas e Jackson Jr. / (Foto: Fotomontagem)

No dia 29 duas forças do boxe nacional colidem, de um lado a mão pesada de Pedro Otas e do outro os punhos rápidos de Jackson Jr. O palco será Santos no litoral paulista e só permanecerá invicto, pode haver um empate, mas estes dois parecem ter bastões de baseball no lugar de braços, então esse resultado é pouco provável.

Em 2009, o encontro entre Ratinho e Jackson Jr. foi o melhor em território nacional, na temporada seguinte o melhor combate ficou para Lino Barros e Edson Foreman, agora a maior luta do ano de 2011 está cotada para ser o encontro de Jackson Jr. e Pedro Otas.

Para avaliar as probabilidades desta peleja convidei nomes de respeito do ramo com visões apuradas e baseadas em dados:

“Há muito tempo não ficava tão feliz com uma luta entre brasileiros. São dois rapazes que admiro muito pelo esforço em suas carreiras. O boxe brasileiro precisa de duelos deste tipo. Poderia ser empate, mas não vou ficar em cima do muro. Acho que o Jackson vence. Por nocaute. No quinto assalto. Um grande abraço”.


- Wilson Baldini Jr., cronista de boxe e repórter do Estadão


"O Pedro Otas é super favorito tanto que o cartel fala isso. Já lutou com boxeadores de renome nacional como (Carlos) Barcelete, Daniel Frank e outros além de ter muito mais experiência, enquanto, Jackson Jr. tem poucas lutas.”

- Macaris do Livramento, presidente da Federação Paranaense de Boxe e técnico da campeão mundial galo da WIBA Rosilete dos Santos.


"Eu acho que vence o Pedro Otas, tem muito mais lutas no cartel, mas luta é luta e tudo pode acontecer. e eles são peso pegadores e se um golpe entrar a luta acaba, entretanto o Pedro Otas leva muita vamtagem por ter um cartel melhor."

- Rosilete dos Santos, campeão mundial galo WIBA.

“Esta é uma luta que me chama muita atenção, Otas tem muito mais experiência, enquanto Jackson pelo que dizem – nunca lutei com ele – pega muito duro. O que pode ser um grande diferencial nesta luta, é o fato de Otas estar vindo de uma outra categoria (cruzador), não sei como ele estará se sentindo com o peso mais baixo que o habitual dele. Agora partindo do suposto que ambos estejam 100%, ganha quem assim como eu for até Santos ver a luta (risos). Fico em cima do muro e aconselho a ninguém que ame o boxe, perder esta luta!”.

- Raphael Zumbano, o “Zumbano Love”, campeão Internacional pela World Boxing Federation e latino pela Organização Mundial de Boxe (OMB).

“Na minha humilde opinião, tem fatores relevantes nesta luta, coisa que a torna muito imprevisivel ! Porém deve de se levar em conta os estilos diferentes de cada lutador, são 2 lutadores muito fortes, com forte pegada, sendo Pedro Otas lutador de maior resposta e Jackson Jr. lutador agresivo de pegada forte. Portanto, avalio esta luta como tendo o nível de uma disputa de título internacional, coisa grande. Os brasileiros que gostam de boxe serão presenteados com uma aula de boxe, a resposta da luta fica mais para a hora do combate, não vou me propor a apontar quem ganha, apenas quero assistir e aprender mais um pouco da arte que a luta irá oferecer, por tanto não tenho opinião formada, minha opiniao é de uma grande luta, torço para que os 2 não de machuquem e façam uma luta limpa e com grandes emocoes!”

- Alexsandro “Pit” Rocha Cardoso, boxeador e personal trainer de boxe.

"Creio numa luta dura pois são dois exelentes lutadores e de grande panche pois tem no cartel maioria das lutas por nocaute,mas acredito que nesta o Otas vence por ser um lutador mais esperiente e mais frio encima do ringue, mas com certeza teremos uma grande batalha no ringue pois são grandes lutadores."

- Samir dos Santos Barbosa, campeão interino do título Mundo Hispano do Conselho Mundial de Boxe (CMB) dos pesos médios.

“Na minha opinião, vejo o Jackson um ótimo atleta, mas eu não acho que ele venha a vencer o Pedro Otas, tenho certeza que Pedro Otas ganha essa luta. Pedro tem mais experiência, é um atleta mais completo, tem um boxe afiado, ou seja, de linha, não que o Jackson não tenha suas qualidades, porém o Otas leva.”


- Fábio Garrido, boxeador e ativista social.

“O Otas é mais técnico, entretanto o Jackson é mais pegador. O Otas vai precisar de bastante jogos de pernas para levar o Jackson, já que ele é superior tecnicamente e tem que usar isso ao seu favor. O preparo físico vai ser fundamental para ambos e quem estiver mais bem preparado leva. Se ambos estiverem bem preparados, meu palpite é vitória do Otas pois é mais técnico e mais experiente.”

- Marcos Macedo, treinador de Boxe Olímpico.

“Olha, vai ser uma luta muito difícil de avaliar um vencedor de pronto, ao meu ver esta luta não tem favorito. Ambos lutadores são dotados de qualidades distintas, porém eficientes na sua execução. Com Jakson Jr, tive a oportunidade de viajar uma vez junto para o Panamericano juvenil no México e treinamos juntos na seleção, é um pegador nato, um atleta aguerrido, duro que busca constantementeo nocaute. Com Pedro Otas também já tive a oportunidade de conhecê-lo melhor e fizemos uma viagem para o Campeonato Brasileiro em 2002 além de participamos de diversos campeonatos juntos. Ele é um cara técnico, malandro, catimbeiro e sabe levar uma luta diante do cansaço da dificuldade. Acredito eu, se a luta for longa e a decisão for por pontos o Pedro Otas vence, mas se o Pedro Otas for no seu ímpeto querer brigar para nocautear ele pode ser nocauteado. Esta vai ser uma luta para ser vista e não possui um favorito na minha opinião. Lembra muito o início da minha carreira. Furacão e eu foi a experiência dele contra a minha vontade de ganhar.”

- Alex de Oliveira, boxeador.

“Pedro Otas é o favorito na minha opinião, é claro que em luta de pegadores tudo pode se resolver em um golpe apenas”.

- Edson Foreman, boxeador.

Conheço o Jackson e sei que é um pegador, porém sem técnica enquanto o Pedro, com quem já fiz sparring, também conheço, porém creio que o combate tem 2 direções: dentro de 3 rounds o Jackson vence e passando disso o pedro ganha por pontos ou nocaute. Quando eu nocauteei o Jackson durante uma sessão de sparring foi no 6º Round, ele estava cansado e sendo castigado por isso acho que o Pedro Otas entrará para levar a luta desse jeito e sair da luta franca, por que eu entrei na luta franca com o Jackson e dei a maior oportunidade da vida dele: vencer e nocautear um dos maiores boxeadores do brasil nos últimos anos.

- Marcus Vinícius de Oliveira, o “Ratinho”, campeão latino meio-pesado da Organização Mundial de Boxe (OMB).

“É uma luta entre dois fortes pegadores. Ambos podem nocautear e ser nocauteados. Então, deixo o resultado em aberto sendo certo que, dificilmente, a luta se prolongará por todos os assaltos.”

- André Gustavo Cardoso, advogado, frequentador assíduo de rodadas de boxe e dono de uma das maiores coleções do tema em São Paulo.

“Jackson é muito forte, mas Pedro tem muito mais estrada e muito boxe além de ser forte tambem”

- Lino Barros, boxeador e campeão latino dos cruzadores pela Organização Mundial de Boxe (OMB).

"Creio que Otas e Jackson vêm de momentos distintos, principalmente em se tratando da categoria de peso. Otas é um ex-pesado e cruzador, que tenta o sucesso agora nos meio-pesados, enquanto Junior já está firmado como o melhor prospecto desta divisão de peso. Ambos devem encontrar dificuldades por causa disso. Pedro nunca enfrentou alguem tão rápido e Jackson, nunca alguém tão forte. Será um duelo interessante, sem favoritos, e estarei lá no Ginásio do Rebouças para assistir."

- Daniel Leal, editor do Round 13.

Título Brasileiro dos Pesos Meio Pesados Versão CNB - Pedro Otas x Jackson Jr. dia 29/07/11
Ginásio Antônio Guenaga
Endereço: Praça Engenheiro José Rebouças
Ponta da Praia
Santos-SP

Mike Miranda luta por título mundial interino super meio-médio


 Mike Miranda (esq.) e Zaurbek Baysangurov (dir.) / (Foto: K2 Promotions)

No sábado passado no Palácio dos Esportes em Odessa, na Ucrania, a produtora dos irmãos Vitali e Wladimir Klitschko “K2 Promotions” apresentou um evento valendo cinturão mundial. Estará em jogo o título super meio-médio (69,8 kg) interino da Organização Mundial de Boxe (OMB) em disputa estará o nocauteador brasileiro Mike Miranda, 38, que é campeão meio-médio da OMB, e o campeão da categoria pela IBO – International Boxing Organization – Zaurbek Baysangurov, 26.

O título regular está em poder do ucraniano Sergei Dzinziruk que lutará em setembro na República Tcheca contra Lukas Konecny que terá o apoio de seus conterrâneos. O vencedor de Miranda-Baysangurov terá um encontro diante do vencedor de Dzinziruk-Konecny.

A seguir as declarações:

Mike Miranda (34-3-0, 31 KO's):

“Baysangurov é um lutador muito forte, mas estou confiante em minhas habilidades. Sou um nocauteador experiente e essa é minha natureza. Estou certo que vou nocauteâ-lo no 4º round”.

Zaurbek Baysangurov (25-1-0, 19 KO's):

“Eu tive um excelente treinamento antes deste combate. Tenho um oponente sério. Estou contente por estar boxeando em Odessa, porque aqui tenho muitos amigos. Claro, agradeço ao presidente da República Tcheca Ramzan Akhmadovich Kadyrov por seu apoio”.

Alexander Krassyuk, diretor geral da K2 Promotions:

“Este é o próximo passo para Zaur na estrada rumo ao seu sonho. O vencedor desta luta disputará pelo cinturão regular da OMB que está em poder de Sergei Dzinziruk”.

Fonte: FightNews e K2 Promotions

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Ação tomará Santos com Patrick, Gaspar e Jô no sábado

 O treinador Xuxa e Patrick Teixeira / (Foto: Arquivo Pessoal)

Na preliminar entre os meio-pesados Pedro Otas e Jackson Jr., Eduardo Melo Peixoto e Pepe do Memorial organizaram lutas de calibre dentro do boxe nacional que serão realizadas dia 29 na Baixada Santista, litoral paulista.

O meio-médio Patrick Teixeira, 20, encontrará o experiente argentino Marcelo Alejandro Rodriguez, 33, oriundo da categoria dos médios. Patrick (12-0-0, 10 KO's) vem de uma vitória em solo americano, enquanto o rival Rodriguez (54-17-0, 39 KO's) vem de 8 vitórias e pode ser um teste para o brasileiro devido seus conhecimentos de boxe.

O carismático cruzador Julio Cesar dos Santos, 32, mais conhecido como “Gaspar” tem um encontro com o também veterano argentino Rodolfo de Dominicis, 38. Gaspar (18-0-0, 17 KO's) busca manter sua invencibilidade e vem de uma vitória no primeiro round assim como o também pegador Dominicis (22-2-1, 18 KO's).

O leve Josenílson dos Santos, o “Jô”, 24, após perder seu único embate vem de 5 vitórias consecutivas. No card de sábado, Jô (18-1-0, 12 KO's) poderá ser testado mais uma vez e pegar ritmo para disputas maiores.

Abrindo a noite se encontraram o estreante Hamilton Ventura, o “Geladeira” e Emerson Naja, 35, que já enfrentou Pedro Otas, Alexsandro “Pit” Cardoso e Gaspar. Geladeira terá uma boa luta de iniciação com Naja (1-5-0, 1 KO) para sentir o profissionalismo.


Título Brasileiro dos Pesos Meio Pesados Versão CNB - Pedro Otas x Jackson Jr.
Ginásio Antônio Guenaga
Endereço: Praça Engenheiro José Rebouças
Ponta da Praia
Santos-SP



Fonte: BoxRec

Rosilete é única do Brasil no top 10 das 4 grandes do boxe

Rosilete dos Santos / (Foto: Albari Rosa - Gazeta do Povo)


A atleta paranaense Rosilete dos Santos, 35, aparece no 4º lugar do ranking da Federação Internacional de Boxe (FIB) entre os galos (53,5 kg), no Conselho Mundial de Boxe (CMB) é a 5ª colocada entre os super moscas, na Associação Mundial de Boxe (AMB) é a 7º colocada entre os galos, enquanto na Organização Mundial de Boxe (OMB) ocupa o 6º posto da tabela.

Pela WIBA (Women's International Boxing Association), Rosilete detém o trono de super mosca obtido em sua vitória diante de Maria Jose Nuñez no dia 2 deste mês. Já era campeão mundial galo pela World Boxing Federation – entidade de 2º escalão –.

Agora com o cinturão da principal entidade do boxe feminino e reconhecida entre as quatro grandes além do título da WBF que lhe abriu portas, as chances mundiais para Rosilete se tornam mais viáveis assim como chamar atenção para o boxe como ferramenta educacional como faz em seu estado ao lado do marido e treinador Macaris do Livramento.

No cartel de Rosilete dos Santos constam 24 vitórias, 14 por nocaute e 5 derrotas.

Ranking da FIB.

Ranking do CMB.

Ranking da AMB.

Manny Pacquiao não é aceito em clubes da elite Filipina

Manny Pacquiao / (Foto: Jeff Haynes - Reuters)


Campeão mundial de pugilismo, melhor lutador da atualidade e melhor de toda a década passada e também deputado, mesmo com todas essas credenciais o filipino Manny Pacquiao, que é um herói em seu país, não é aceito por clubes esportivos da capital Manila frequentados pela elite local.

A notícia veiculada no site Boxingplanet, atribui a rejeição pela origem humilde do atleta. Os diretores do Clube de Polo e do Clube de Folfe negaram a filiação de Pacquiao. O articulista do site Michael Marley denuncia o preconceito da elite de Manila.

Um diretor do Clube de Golfe citado no Philippine Entertainment Portal afirma que Pacquaio só pediu entrada no Clube de Polo, que possui mais de um século de história e apenas recebe os mais ricos e refinados do país. O mesmo diretor afirma que o clube se limita a um determinado número de sócios para “preservar seu estilo de vida”.

Na página da internet o clube de Polo define seus sócios como “a classe A do país, pertencentes à categoria influente e endinheirada” tendo nesse conjunto “personalidades políticas, ícones empresarias e diplomatas”.

Pacquiao é um dos atletas mais lucram no planeta, adquiriu uma mansão de US$ 6,7 milhões (aproximadamente R$ 10,3 milhões) em uma região luxuosa. Entretanto, conhece bem a pobreza, já foi padeiro e entregador, e defende os membros de estratos sociais mais humildes.

Louise Reyes, sócia do Clube de Golfe critica o veto ao pugilista-político considerando a opção “idiota”. “Malditos elitistas. Manny ganhou sua fortuna sem roubar o povo filipino e encheu de orgulho e glória nossa pátria. Quantos parceiros do clube podem dizer o mesmo?”, questiona Reyes.

Os classistas alegam que o grupo que segue Pacquaio contendo colaboradores e seguranças tiraria a paz dos locais. O campeão peso-médio de 32 anos passa por situação parecida a de Muhammad Ali, então Cassius Clay, quando retornou aos E.U.A com uma medalha olímpica de ouro (1960), bom para ser campeão, mas não o bastante para sentar-se com a elite.

Fonte: EFE.com e Portal Terra

domingo, 24 de julho de 2011

Thomas Stavros e Éder Jofre na Veja São Paulo

 Éder Jofre e Thomas Stavros / (Foto: Felipe Hannover)

Na revista Veja SP desta semana a sessão “Mistérios da Cidade” dá importância para o trabalho do ator e roteirista Thomas Stavros que interpretará o “Galo de Ouro”, Éder Jofre no filme 10 Segundos que conta a história do boxeador que teve como técnico seu pai Aristides “Kid” Jofre.

O texto fala sobre o processo para incorporar o maior galo da história da nobre arte e como o mesmo tem ajudado o ator além de apontar o lançamento do filme em 2013.

Para ler a matéria na versão online clique aqui.


A revista chegou domingo para os assinantes e quarta-feira nas bancas.

Brasil fatura 4 ouros nos Jogos Militares

 Mascote dos Jogos Militares / (Arte: Maurício de Souza)

A seleção brasileira de boxe faturou 4 ouros ontem nos Jogos Mundiais Militares realizados no Rio de Janeiro.

O primeiro a disputar medalha de ouro foi o galo (56 kg) Robenílson de Jesus que destronou na final o argelino Mohamed-Amine Ouadahi or 12 a 8. Robson Conceição, peso ligeiro (60 kg), chegou na sequência e venceu o tunisiano Alaa Shili por 13 a 10.

Entre a categoria dos 64 kg, Everton Lopes teve uma vitória “tranquila” de 13 a 6 sobre o marroquino Aatanari Abdelhak. Na última final disputada pelo Brasil, Gidelson Oliveira venceu o também super-pesado (+ 91 kg) Nijiati Yushan da China por 14 a 13, no que foi uma das lutas mais disputadas.

Fonte: Portal Terra

Salido mantém título e tem Juanma na fila

Kenichi Yamaguchi (esq.) e Orlando Salido (dir.) / (Foto: EXPRESO)

O campeão dos penas (57,1 kg) da Organização Mundial de Boxe (OMB), Orlando “Siri” Salido, 30, do México bateu o japonês Kenichi Yamaguchi, 31, em combate ontem no estado mexicano de Sonora. A expectativa é que Salido dê uma revanche ao porto-riquenho Juan Manuel Lopez, o “Juanma” de quem faturou a cinta em abril deste ano.

Salido bombardeou Yamaguchi o mandando a lona no 3º round e o dominou no restante do combate até encerrá-lo no 11º assalto. Juanma estava presente na plateia torcendo para o campeão e pronto para encontrá-lo em novembro.

Fonte: FightNews





















Khan nocautea Judah no 5º round e unifica títulos AMB e FIB

Zab Judah (esq.) e Amir Khan (dir.) - AP


O britânico Amir Khan, 26, campeão superleve (63,5 kg) da Associação Mundial de Boxe (AMB) unificou o cinturão da Federação Internacional de Boxe (FIB) após nocautear seu antigo dono no 5º assalto, o americano Zab Judah, 33, na noite de ontem em Las Vegas.

Khan (26-1-0, 18 KO's) que vem sendo treinado por Freddie Roach – considerado o melhor técnico da atualidade – dominou Judah (41-7-0, 28 KO's) e o finalizou com uma direita na linha da cinturão aos 2 minutos e 47 segundos da 5ª etapa. Judah afirmou que foi um golpe baixo, mas o árbitro nã deu bola ao choramingo e deu a vitória ao europeu.

Nas preliminares, James Kirkland, 27, que esteve preso e agora busca incessantemente uma chance mundial bateu por nocaute técnico no 2º giro o também americano Alexis Hioros, 32. Kirkland (29-1-0, 26 KO's) recebeu golpes, mas os absorveu bem e derrubou Hioros (15-4-2, 11 KO's) duas vezes no round inicial, para encerrar com apenas 25 segundos do 2º assalto o combate.



Fury mostra sua "Fúria" sobre seu inimigo Chisora

Dereck Chisora (esq.) e Tyson Fury (dir.) / (Foto: PA)


Tyson Fury, 23, da Inglaterra mostrou que “Fúria” não está apenas no seu nome e se recuperou para castigar o compatriota, mas desafeto pessoal Dereck Chisora, 27, na noite de sábado na Wembley Arena em Londres com uma vitória por decisão unânime.

Chisora (14-1-0, 9 KO's) estremeceu Fury (15-0-0, 10 KO's) com seus potentes golpes no 2º round, mas não teve a mesma eficiência na etapa seguinte e viu o rival soltar-lhe sequências no 4º e 5º round.

O fôlego depois faltou para Chisora que tentou uma última carga no 10º, mas Fury o dominou pelo resto do embate. As plaquetas apontaram 117-112 duplo e 118-111. Com isso Fury fica com os cinturões Commonwealth e Britânico.

Wladimir Klitschko, campeão da Associação Mundial de Boxe (AMB), Federação Internacional de Boxe (FIB) e Organização Mundial Internacional de Boxe (OMB), ou seja três das quatro mais importantes, expressou interesse em encarar o vencedor da luta.

Fonte: FightNews







Morre Butch Lewis, foi empresário dos irmãos Spinks

Michael Spinks e Butch Lewis / (Foto: Capa da Ring Magazine de dezembro de 1987)


Conhecido no ramo pela elegância e vistosidade, Ronald “Butch” Lewis que foi promoter dos irmãos Leon e Michael Spinks faleceu ontem aos 65 após um ataque de coração. Lewis ficou conhecido por usar smoking sem camisa e promoveu o embate de Michael Spinks diante de Mike Tyson em 1988, no qual terminou no nocaute de seu cliente que no final levou US$ 13 milhões.

Fonte: FightNews.

sábado, 23 de julho de 2011

Morre Amy Winehouse, George Foreman foi seu "sogro" por um tempo

Amy Winehouse e George Foreman III / (Ag. Internacionais)

Hoje foi encontrada morta em seu apartamento a cantora britânica Amy Winehouse, ela tinha 27 anos e não negava sua dependência de drogas. Durante um período, namorou o pugilista George Foreman III, filho do lendário ex-bicampeão mundial e vendedor de grelhas, George Foreman.

A cantora em 2009, foi flagrada com seu namorado, mas o casal não fazia questão de divulgar o relacionamento na imprensa.

DJ Jazzy Jeff & The Fresh Prince - I think I can beat Mike Tyson



Em 1989, no auge do tigre dos ringues, Mike Tyson, o DJ Jazzy Jeff e o rapper The Fresh Prince lançaram o single "I think I can beat Mike Tyson", no qual hilária e surreal história de um jovem que acredita conseguir superar Iron Mike nos ringues.

Anos depois, Will Smith, nome verdadeiro do Fresh Prince, interpretaria o boxeador Muhammad Ali em uma cinebiografia de Spike Lee. O clipe acima conta com participação do Maluf do boxe, Don King.

Vídeo: Antonio Tarver acaba com Danny Green







Ex-campeão mundial dos meio-pesados Antonio Tarver, 42, bateu por nocaute técnico o australiano Danny Green, 38, em Sydney, Austrália. O local não voltou para o 10º round no embate feito quart-feira pelo cinturão dos cruzadores (90,7 kg) da IBO – liga de 2º escalão –.

Tarver (29-6, 20 KO's), conhecido como Mason “The Line” Dixon do filme Rocky Balboa (2006), comandou o combate e levou Green (31-3, 27 KO's) para a lona no 2º giro.

Colaborou: Eduardo Passos

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Wlodarczyk é hospitalizado após overdose de anti-depressivos


Krzystof "El Diablo" Wlodarczyk / (Foto: Ag. Internacional)


O polonês campeão dos cruzadores (90,7 kg) pelo Conselho Mundial de Boxe (CMB), Krzystof "El Diablo" Wlodarczyk, 29, foi internado inconsciente ontem no hospital de Varsóvia, capital do seu país, no que se acredita ter sido uma tentativa de suicídio.

Conforme declarações o pugilista teria ingerido antidepressivos em grande quantidade, em decorrência de problemas em sua vida pessoal. O europeu não sofre risco de morte, porém chegou a respirar por aparelhos enquanto esteve em coma induzido.

Wlodarczyk (45-2-1, 32 KOs) chegou a telefonar para o cunhado aproximadamente ao meio-dia de ontem, e Tomasz Babilonski notou algo de errado durante a conversa.
A mulher Gosia estava na Espanha e retornou imediatamente à Varsóvia depois de receber a notícia trágica. Com o incidente, o mais provável é que as negociações para o embate de unificação entre Wlodarczyk e o alemão Marco Huck (campeão OMB) sejam descartadas.

Gosia, sua esposa, estava na Espanha e voltou para a Polônia após ser noticiada do fato. Havia negociações em andamento para uma unificação de título entre "El Diablo" e o campeão da Organização Mundial de Boxe (OMB), Marco Huck, 26, da Alemanha, porém é provável que elas sejam paralisadas ou até mesmo deixadas de lado.

Fonte: BoxingScene

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Popó aceita desafio de Michael Oliveira

Acelino Freitas / (Foto: Ag. Internacionais)


Acelino “Popó” Freitas, 35, ex-campeão mundial de boxe superpena e leve, aceitou o desafio do campeão interino latino peso médio do Conselho Mundial de Boxe (CMB), Michael Oliveira, 21, para lutar em dezembro, provavelmente no Ginásio do Ibirapuera, conforme informação da Agência Estado. Para fechar só falta que a MO Production acerta a bolsa do baiano.

Popó não se apresenta desde abril de 2007 quando perdeu o título da Organização Mundial de Boxe (OMB) dos leves para Juan “Baby Bull” Diaz. Seu peso então era de 61,2 kgs, enquanto, hoje é deputado em Brasília e é visível seu aumento de peso, tanto que afirma estar perto dos 80 kgs.

Michael em seu último combate se apresentou com 72,4 kgs, e conforme seu técnico o cubano Orlando Cuellar a meta é diminuir ainda mais seu peso para ficar mais seco e rápido sem perder sua pegada. O duelo de Michael com Popó poderá ser nos 68 kg.

“Preciso de quatro meses para entrar em forma”, afirma Popó que tem um currículo com 38 vitórias, 32 nocautes, e apenas 2 derrotas, além de ter sido campeão pela OMB dos leves, foi pela mesma entidade dono do título dos superpenas e nessa categoria também deteve o trono da Associação Mundial de Boxe.

O invicto Michael, que tem 15 vitórias, 12 por nocaute. para encarar o ídolo do esporte nacional está disposto a abrir mão de sua participação no dia 29 de outubro nas preliminares da final do torneio Super Six que colocou seis destaques dos supermédios pra definir um “quem é quem”. No último capítulo da disputa, Carl Froch da Inglaterra encontrará o americano Andre Ward.



Fonte: Agência Estado

Samir Barbosa envia carta aberta à Michael Oliveira

Samir dos Santos no Córner / (Foto: Guga VW)


No mundo do boxe é normal surgirem rivalidades. Na última temporada o brasileiro radicado nos E.U.A, Michael Oliveira, 21, participou de embates transmitidos pela SporTV para todo país, e conquistou cinturões latinos do Conselho Mundial de Boxe (CMB). Esta semana saíram matérias em sites especializados de uma possível luta entre o rapaz e o ídolo brasileiro Acelino "Popó" Freitas.

Samir dos Santos Barbosa, 31, boxeador do Rio Grande do Sul, campeão Mundo Hispano pela mesma entidade, no início da semana apareceu em matéria do site da Liga Paulista de Boxe de Reinaldo Carrera desafiando o jovem pugilista. Na carta aberta ao público e direcionada a Michael Oliveira (15-0-0, 12 KO's) e sua equipe, Samir (27-7-3, 19 KO's) o desafia mais uma vez e revela suas motivações:

"Rio Grande, 21 de julho de 2011

Primeiramente, gostaria de dizer que venho aqui não como um oportunista ou alguém com inveja da fama dos outros e sim como grande amante e lutador que sou do verdadeiro boxe, cresci assistindo aos grandes confrontos e tenho como ídolos verdadeiros guerreiros que ao meu ver foram os que construíram e deram nome ao boxe mundial.

O que não aceito é que por meio do dinheiro e de bons contatos tenhamos que assistir parados sem nehuma atitude verdadeiros circos que são criados em volta do boxe brasileiro que tão duramente eu e todos lutadores brasileiros de valor temos tanto trabalho para construir e divulgar de forma positiva, então, de repente caia de paraquedas um dito lutador que com o poder que tem da sua equipe acabe colocando tudo a perder em combates com adversários sem nome e sem capacidade nehuma de dar pelo menos um bom espetáculo ao público que acaba perdendo seu tempo em ver mais uma farsa feita por nossa mídia.

Luto duramante dentro e fora dos ringues para me manter como atleta e com um projeto social que tenho em Rio Grande no estado do Rio Grande do Sul, "Punhos de Esperança", no qual ensino não só o boxe, mas como se tornar cidadão e futuro campeão no esporte e por vezes já tive que explicar lá “o por quê” de um lutador sem qualidade nenhuma enfrentar o assim proclamado, por ele mesmo, Michael como o Rocky Balboa brasileiro deixando envergonhado até mesmo o próprio Rocky que fazia verdadeiras encenações em suas lutas, mas que pelo menos nos passava a idéia de vitória e confiança através de vencer desafios.

por estes motivos venho por esta carta desafiar diretamente ao lutador Michael Oliveira para uma luta de verdade onde realmente dará ao público e amante do boxe o respeito que merece com a finalidade de provar que quer ajudar e valorizar o boxe brasileiro, não se escondendo atrás de combates facéis e rivais sem a menor capacidade de dar uma boa apresentação.

Lanço este desafio pensando em que não só o próprio Michael como sua equipe não terão problemas em aceitá-lo visto que se trata do campeão e que está querendo ser o melhor do mundo, mas antes precisará lutar com um brasileiro e provar sua capacidade se não não terá nenhum valor, diferente de suas conquistas e vitórias diantes de lutadores que só estam ali para fazer o seu papel de tentar sobreviver numa luta já ganha antes de começar....

Ao Michael e a sua equipe deixo a pergunta: “E aí vai correr ou encarar um lutador de verdade?"

Michael Oliveira / (Foto: Divulgação)

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Peter Buckley, o pior boxeador terá filme

Peter Buckley / (Foto: Getty Images)

São 300 combates, e 256 derrotas, o que fazem o britânico Peter Buckley, 42, ser conhecido como "O Pior Boxeador do Mundo", e essa história será transportada para as telas do cinema, em obra ainda sem título.

Conhecido como "Professor", sofreu 88 derrotas seguidas, porém só foi a nocaute em dez oportunidades. Segundo o BoxRec, o brasileiro e ex-campeão mundial Acelino Freitas, o "Popó", nocauteou o britânico em 1998 quando o europeu tinha um cartel de 25 vitórias, 92 derrotas e 2 empates. O Baiano estava com 18 vitórias todas pela via rápida no currículo e nenhuma derrota.

Fonte: Globo Esporte.com

Entrevista de Buckley de 2009 quando aposentou:


Portas abertas para Cesar

Cesar Pereira / (Foto: Imagem Rede Record)


Em março, Eraldo Cesar Pereira virou personagem de uma matéria do Jornal da Record que fazia parte de uma série especial sobre lutas, então, o jovem do Paraná viu alterações em sua vida. Não foi uma fama repentina, mas a chance verdadeira de alterar seu rumo.

Pereira (6-1, 3 KO's) que já derrubou estrangeiros despertou a atenção de autoridades políticas de sua cidade, Carambeí, e funcionários da Perdigão, em conversas informais, que também se mostraram interessados.

Ex-camelô, Pereira encontrou no boxe um meio de ascensão social, e aponta que na sua cidade natal, só há uma academia de pugilismo e esta pertence ao grupo Perdigão, uma multinacional do ramo alimentício que semana passada entrou num processo de fusão com a Sadia, outra potência do setor gerando a BRF Brasil Foods.

Curitiba, capital do estado, tem por volta de 1 milhão de habitantes, enquanto Carambeí tem aproximadamente 20 mil municípes, ou seja, uma cidade pequena que foi fundada em 1997. “Cesinha” como é conhecido pelos amigos é o único boxeador profissional.

Com uma luta programada em Minas Gerais para agosto, Cesinha revela: “quero me preparar fisicamente em minha cidade, porém preciso que cedam espaço”. O período de treinamento físico leva uma semana e precisa de uma academia disponível.

O prefeito Osmar Rickli do PSDB forneceu ao atleta uma bandeira da cidade para entrar no ringue mineiro representando seus conterrâneos. Sobre a oportunidade o boxeador revela “quero fazer barulho e abrir portas para outros”.

Saúde e responsabilidade social

A fusão foi negociada num acordo de R$ 80 bilhões, segundo o R7, e a Perdigão acabará sendo englobada pela Sadia. Entretanto, é esperado que a unidade de Carambeí continue na fusão, afinal, foi anunciado que o movimento empresarial não gerará desemprego.

Para ambas empresas que já investem em Responsabilidade Social, medidas que ajudam a sociedade a evoluir, é interessante abrir as portas para o esporte na pequena cidade paranaense, e o boxe é uma modalidade que já foi abraçada por empresas como a fabricante de Pneus Pirelli que teve décadas atrás uma das mais fortes academias do Brasil.

Em matéria da última edição da revista ESPN, um especial, mostra como gigantes dos negócios como Petrobras, Sky, BNDES, Bradesco e outros investem nos esportes visando a Copa do Mundo de 2014 e também os Jogos Olímpicos de 2016. Um dinheiro que afeta desde atletas de base, comissões, infra-estrutura e atletas de ponta.

Sendo que o munícipio já possuí um boxeador profissional capacitado pelo Profº Aparecido da Silva, o Cido, do Clube Guarany em São Paulo, a lecionar, é interessante um movimento em prol do desenvolvimento econômico e esportivo da cidade.

Uma academia na cidade conduzida por Cesinha pode transformar o local num polo exportador de pugilistas e futuramente atletas de outras modalidades além de atrair outras empresas para negócios e principalmente melhorar a vida do povo carambiense.

Brasileiros avançam nos Jogos Militares


Ontem na disputa dos Jogos Mundiais Militares no Rio de Janeiro, a dupla Rafael Lima e Robson Conceição avançaram com a bandeira brasileira e seguem na competição.

Lima, peso-pesado (91 kg) bateu na terça-feira Morlaye Camara, de Guiné, por 11 pontos a 4. O brasileiro se apresentou melhor em todos os rounds.

O ligeiro (60 kg) Conceição venceu sua batalha contra o queniano Moses Gitonga por 14 à 4, tendo também a melhor em todos os rounds.

O meio-médio ligeiro (64 kg) Everton Lopes venceu sua segunda etapa nos Jogos ao superar o alemão Artur Schmidt por 16 a 6. Também venceram ontem Robenilson de Jesus (56 kg) e Gidelson Oliveira (91 kg).

É notável que o Brasil apesar de crescer no boxe ainda não está no nível das potências, os países estrangeiros de primeiro time não enviam grandes contingentes de seus atletas ao serviço militar para disputar tais jogos. No Brasil a realidade é outra, mesmo sendo 7º economia do mundo.

Tarver acaba com Green

Danny Green (esq.) e Antonio Tarver (dir.) / (Foto: AP)


Ex-campeão mundial dos meio-pesados Antonio Tarver, 42, bateu por nocaute técnico o australiano Danny Green, 38, em Sydney, Austrália. O local não voltou para o 10º round no embate feito hoje há poucas horas válido pelo cinturão dos cruzadores (90,7 kg) da IBO – liga de 2º escalão –.

Tarver (29-6, 20 KO's), conhecido como Mason “The Line” Dixon do filme Rocky Balboa (2006), comandou o combate e levou Green (31-3, 27 KO's) para a lona no 2º giro.

Fonte: FightNews

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Revista ESPN de julho traz especial com investimentos nos esportes e apelidos de pugilistas

Revista ESPN de Julho 2011 / (Foto: Divulgação)

A revista ESPN ed. 21 lançada neste mês traz para o leitor um especial sobre investimentos milionários feitos no esporte visando o crescimento desde escolas de base até atletas de ponta tendo como motivador A Copa do Mundo em 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016.

O material é necessário para se entender porque outros esportes crescem tanto, assim como o boxe amador que apresenta melhorias sob a gestão da CBBoxe, enquanto, o pugilismo profissional não atrai novos investidores.

Outro texto interessante apresenta o apelido de pugilistas como “Executor”, “2 libras” e “Segure Minha Cerveja”, na revista é possível saber os proprietários destas curiosas alcunhas. E ainda pro fã de boxe tem uma resenha do livro “Mike Tyson – Uma Trajetória de Nocautes”, do principal cronista da nobre arte no Brasil, Wilson Baldini Jr.

domingo, 17 de julho de 2011

Michael Oliveira vence estreia entre os médios com nocaute

 Jose Soto (esq.) e Michael Oliveira (dir.) / (Foto: Gazeta)

Com um nocaute no 6º assalto, o brasileiro radicado nos E.U.A, Michael Oliveira, 21, conquistou o título do Conselho Mundial de Boxe na categoria dos médios, na qual estreou ontem, diante do veterano dominicano Jose “Minguito” Soto, em São Paulo, na casa de shows Credicard Hall, o combate foi transmitido pela emissora à cabo SporTV parte da Organização Globo da família Marinho.

Oliveira (15-0-0, 12 KO's) deixou as brincadeiras apresentadas na luta que venceu o argentino Abel Adriel e estou o oponente no 1º assalto, colocando jabs no rosto do rival. Soto (24-8-2, 13 KO's) confirmou ter sido um adversário de credibilidade ao oferecer risco ao jovem campeão que nesta luta capturou sua segunda coroa latina, diante do argentino conquistou o mesmo cinturão, porém dos super-médios.

Com o corpo mais seco, a diminuição da camada de gordura não era perceptível apenas na parte estética, mas também na movimentação de Michael que graças ao técnico cubano Orlando Cuellar aumentou seu repertório de golpes. Um upper de direita – golpe raro nos dias de hoje – no início do 6º round colocou o visitante na lona e Michael mostrou respeito ao cumprimentá-lo após o encerramento da luta.

Na preliminar o “Good Boy” Douglas Ataíde, 19, fez sua segunda luta diante do mineiro e midiático Jack Welson, 30. Ambos se apresentaram na categoria dos supermédios (69,8 kg) e a vitória foi dada por pontos para Ataíde (2-0-0) diante de Welson (14-7-0, 12 KO's) por 60-53 (duplo) e 58-53.

Para conferir o nocaute clique aqui e vá ao site da SporTV.

Viloria tira cinturão dos moscas da Organização Mundial de Boxe de “Pingo” Miranda

Brian Viloria (em pé) e Julio Cesar Miranda (solo) / (Foto: AP)


O desafiante americano Brian Viloria, 30, tirou o cinturão mosca (50,8 kg) da Organização Mundial de Boxe da posse do ex-campeão Julio Cesar “Pingo” Miranda, 31, do México com uma vitória por decisão unânime em Honolulu, Havaí, território americano, e terra natal do Presidente Barack Obama.

Ex-campeão mundial pela Federação Internacional de Boxe (FIB) e pelo Conselho Mundial de Boxe (CMB) dos moscas, Viloria (29-3-0, 16 KO's) acabou com o reinado de Miranda (35-6-1, 28 KO's) iniciando com um knockdown no 1º assalto, porém o então campeão se recuperou na segunda parte da apresentação. Parece que dois rounds não foram contabilizados e os jurados viram um 98-91, 96-93 e 97-93.

Fonte: FightNews

Janeth Perez abocanha título feminino galo da Associação Mundial de Boxe

Yolis Marrugo Franco (esq.) e Janeth Perez (dir.) / (Foto: Rene Perez)

Janeth Perez, 21, do México bateu por nocaute técnico no 7º round a colombiana Yolis Marrugo Franco, 34, e conquistou o cinturão dos galos (53,5 kg) da Associação Mundial de Boxe (AMB) que estava vago. O evento ocorreu na cidade mexicana de Mazatlán, no estado de Sinaloa.

Perez (13-0-1, 4 KO's) mostrou dominância no quadrilátero derrubando Franco (13-8-3, 6 KO's) logo no 1º assalto e depois se concretizou o previsto nos minutos iniciais do combate. Interessante é ressaltar que a arbitragem e supervisão da luta foram feitas por mulheres.


Marquez despacha rival com apenas um soco

Likar Ramos (esq.) e Juan Manuel Marquez (dir.) / (Foto: Rafael Soto/Zanfer)


Um forte cruzado de direita alcança o queixo é o único golpe da suposta batalha e o suficiente para encerrá-la, atravessou o ar como se fosse um tiro de AK-47 e derrubou o canhoto colombiano Likar Ramos, 25, no solo do ringue montado em Cancún, no México na noite de ontem. O autor da façanha, o local Juan Manuel Marquez, 37.

Marquez (53-5-1, 39 KO's) confirmou aos repórteres que nunca pensou em vencer um combate em tamanha velocidade, o corpo de Ramos (24-4-0, 18 KO's) foi ao chão com 1 minuto e 47 segundos, o árbitro nem abriu contagem ao vê-lo de olhos fechados.

Juan Manuel Marquez como todo bom lutador que lute próximo a categoria dos meio-médios ambiciona um combate com o filipino Manny Pacquiao, o qual seria o fim de uma trilogia, e este capítulo está marcado para 12 de novembro em Las Vegas. O mexicano lembrou os profissionais de imprensa presentes que ambos são diferentes do americano Floyd Mayweather, assumem riscos e dão espetáculos.

Nas preliminares o nicaraguense Román “Chocolatito” Martinez (29-0-0, 24 KO's) manteve o cinturão minimosca (48,9 kg) da Associação Mundial de Boxe (AMB) diante do mexicano Omar Salado (22-4-2, 13 KO's) com um nocaute técnico no 7º giro.

Em outro embate, o rimão mais novo de Juan Manuel, Rafael Marquez (40-6-0, 36 KO's) superou o conterrâneo Eduardo Becerril (12-8-2, 4 KO's) e espera confirmação para desafiar o campeão supergalo (55,3 kg) Toshiaki Nishioka do Japão detentor do cedro do Conselho Mundial de Boxe (CMB).


Juan Manuel Marquez x Likar Ramos:



Rafael Marquez x Eduardo Becerril:













Compacto: Roman"Chocolatito" Gonzalez x Omar Salado:

Lesão de Cook facilita vitória de Burns logo no 1º assalto




Nicky Cook, 31, foi ao solo três vezes no primeiro round e a vitória foi para o também britânico Ricky Burns, 28, que manteve a coroa superpena (58,9 kg) da Organização Mundial de Boxe (OMB). A cena ocorreu em Liverpool – cidade dos Beatles – na Inglaterra.

A luta foi rápida, e Cook (30-3-0, 16 KO's) alega que seu desfecho se deu por conta de sua lesão nas costas que o incomoda há um longo período. Burns (32-2-0, 9 KO's) e plateia viram o embate acabar com apenas 1 minuto e 33 segundos e depois o desafiante ser levado de maca ao hospital.

Huck manda Garay pro chão no 10º round

Marco Hugo (em pé) e Hugo Garay (solo) / (Foto: Photo Wende)

Hugo Garay, 30, da Argentina falou e provocou, mas quem matou a cobra e mostrou o pau foi o alemão Marco Huck, 26, que manteve pela 7ª oportunidade seu cinturão cruzador (90,7 kg) da Organização Mundial de Boxe (OMB) desta vez com um nocaute no 10º assalto diante da plateia de Munique na Alemanha na noite de ontem.

A animosidade dos bastidores foi projetada no ringue e Huck (33-1-0, 24 KO's) bombardeou Garay (34-6-0, 18 KO's) o mandando ao solo logo no 1º round, mas o latino se recuperou com velocidade e regressou ao embate. No 3º o argentino foi vítima de um golpe atrás da cabeça e viu o campeão ter um ponto descontado.

Marco Huck (em pé) e Hugo Garay (solo) / (Foto: Getty Images)

10º round foi marcado pela direita na cabeça seguida de uma esquerda que pareciam cortar o argentino como duas cimitarras do príncipe mulçulmano que manteve o cinturão. Agora Huck vai aproveitar a felicidade do ringue e se casar no final do mês respeitando os votos de sua religião pela qual se manteve virgem.

Fonte: FightNews





quinta-feira, 14 de julho de 2011

Uol mostra realidade de Tricampeão nacional de boxe


O repórter Thiago Brizola do Uol capturou um pouco da realidade do tricampeão nacional de boxe, Daniel Saboia, que concilia as lutas nos ringues com o trabalho de flanelinha no bairro do Tatuapé na capital paulista.

O material não mostra apenas a trajetória de um homem, mas serve como documento do que foi feito com o boxe brasileiro com os anos. Saboia é mais um reflexo da maneiro com que o esporte é conduzido em seu país.


Sugestão: André Cardoso

Audioslave - Doesn't Remind Me

Suspensos jurados do combate entre Lara e Williams

Erislandy Lara (esq.) e Paul Williams (dir.) / (Foto: Emily Harney)

Estão suspensos “por tempo indeterminado” os três jurados que participaram da vitória por decisão majoritária do americano Paul “The Punisher” Williams sobre o cubano Erislandy Lara, no último sábado em Atlantic City, New Jersey, nos E.U.A. A medida foi tomada pelo Conselho Controlador da Comissão Atlética do Estado de New Jersey.

Donald Givens deu 116-114, Hilton Whitaker 115-114 e Al Bennet deu 114-114, diante da surra aplicada pelo cubano ao oponente. Os jurados não atuaram por um tempo e passaram por um processo de reabilitação.

A mesma Comissão Atlética aponta não ter visto indícios de corrupção. Lara é conhecido no Brasil por tentar desertar durante o Pan do Rio em 2007 ao lado do também pugilista Guillermo Rigondeaux.








Klitschkos perdem pai


Vitali e Wladimir Klitschko / (Foto: Ag. Internacionais)

Os irmãos Vitali e Wladimir Klitschko, campeões mundiais dos pesados, perderam ontem o patriarca da família Vladimir Klitschko Rodionovich, 65, que lutava contra problemas cardíacos há anos.

O Sr. Klitschko foi um oficial com honrarias da antiga União Soviética e dedicou sua trajetória profissional à aviação além de ter participado da limpeza da região de Chernobyl, cidade no país da família Ucrânia, atingida por um desastre nuclear em 1986.

A educação rígida de um pai militar concedeu aos dois pugilistas a disciplina na vida que não os levou apenas aos títulos mundiais, mas também ao sucesso no mundo acadêmico e como ativistas humanitários.



terça-feira, 12 de julho de 2011

James Ellroy se declara fã de Éder Jofre na FLIP

 James Ellroy / (Foto: Divulgação)

O escritor americano James Ellroy, que teve as obras Los Angeles: Cidade Proibida e Dália Negra adaptadas no cinema revelou no sábado durante a FLIP (Festa Literária Internacional de Paraty) ser fã do ex-campeão mundial dos galos (1960) e ex-campeão mundial dos penas (1973), Éder Jofre.

"Éder Jofre? Aquele campeão do mundo peso-pena quando eu tinha 12, 13 anos? Foi o lutador mais perfeito que vi na vida", disse, ao ser questionado se conhecia o ex-atleta. "Ele se tornou político, é verdade? Foi prefeito de São Paulo? É um bom político?", indagou ao mediador do evento. Éder foi vereador de São Paulo pelo PSDB.

"Espero que alguém possa falar para Éder Jofre que sou fã dele, que fiquei uma semana aqui falando bem sobre ele", declarou Ellroy para os presentes.

Pouco antes de falar sobre o ex-boxeador, o norte-americano, amante de música clássica, foi indagado sobre Heitor Villa-Lobos. "Eu gosto de Hector Villa Lobos, o maior compositor brasileiro, eu gosto sim. Estou no Brasil, sou convidado de vocês, vou dizer coisas boas do Brasil".

Fonte: Terra.



UBO tem programa de treinamento para transformar campeões e ex-campeões em futuros técnicos

UBO / (Foto: Divulgação)

Preocupada com o futuro dos pugilistas a Universal Boxing Organization (UBO) dá aos seus campeões mundiais e ex-campeões mundiais o programa GIFT (Global Institute of Functional Training, Intituto Global de Treino Funcional, em tradução livre) no qual podem cursar com a finalidade de se tornarem preparadores fisicos.

Aqueles com cinturão mundial ou que já mantiveram um do grupo não pagam pelo curso, enquanto outros com títulos menores ou desafiantes têm 30% de desconto na mensalidade.

“Educação é um elemento chave para qualquer indivíduo, com o passar dos anos e a UBO se importa com o futuro dos atletas, o Programa GIFT é uma chance deles terem essa oportunidade”, afirma a instituição em sua página oficial na internet.

Para informações acesse www.gift-academy.com ou mande e-mail para uboinfo@gift-academy.com

Rosilete agora tem blog


 Rosilete dos Santos / (Foto: Lineu Filho)

Após conquistar o cinturão da WIBA (Women's International Boxing Association) na categoria supermosca (52 kg), a paranaense Rosilete dos Santos inaugura seu blog.

O matéria tem notícias de sua rotina de treinos, homenagens, trabalhos sociais por meio de textos, fotos e vídeos.

Na segunda feira a boxeadora participou da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa em Brasília no Senado Federal.

Para assistir ao discurso de Rosilete em Brasília clique ao lado: Rosilete em Brasília

Para conhecer o blog clique ao lado: http://rosileteboxeparana.blogspot.com/

segunda-feira, 11 de julho de 2011

141 Boxeadores expõe lutadores antes e depois de combate

Foto da Série: 141 Boxeadores / (Foto: Nicolai Howalt)


O nariz torto, o inchaço próximo aos olhos, os pontos no supercílio e os roxos e arranhões na pele fazem um pugilista se destacar na multidão, e mesmo que seja bonito, leva consigo estas marcas. O fotógrafo dinamarquês Nicolai Howalt apresenta essas transformações na fisionomia e realidade dos lutadores na série 141 boxeadores.

A série de fotografias captura os danos que desenham os rostos de diversos pugilistas dinamarqueses que pode ser visto como um meio de documentar um rito de passagem, afinal, desde o surgimento do homem, lutas nas tribos marcam a transição da criança para o adulto.

Clique aqui para ver outras fotos e a declaração de Howalt para o site da revista Trip.

Colaborou: Paula Di Dio

Fonte: Site da Revista Trip

domingo, 10 de julho de 2011

Com seis medalhas, Brasil é vice-campeão do Cheo Aponte

A Seleção Brasileira de boxe confirmou no último sábado o vice-campeonato geral do torneio José "Cheo" Aponte, realizado em Cáguas, Porto Rico. O topo do pódio ficou com a seleção da casa.

Formada por 14 pugilistas, dentre os quais nove já estão garantidos nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, o time nacional faturou seis medalhas (dois ouros, duas pratas e dois bronzes). Destaque para os desempenhos de Yamaguchi Florentino e David Lourenço da Costa, campeões em suas categorias - 81 kg e 75 kg, respectivamente.

Há menos de duas semanas, o Brasil já havia conquistado o título da Copa Olímpica Juan Evangelista Venegas, também disputada em Porto Rico.

Texto: Terra

Rosilete em Brasília

Rosilete dos Santos / (Foto: Franklin de Freitas)


A campeã mundial de boxe, categoria super mosca pela WIBA (Women's International Boxing Association), Rosilete dos Santos estará em Brasília, na segunda-feira, dia 11, abrindo a audiência pública da Comissão de Direitos Humanos do Senado Federal. O convite foi feito pela Fenepospetro (Federação Nacional dos Empregados em Postos de Combustíveis) e da União Geral dos Trabalhadores, UGT-PARANÁ.

Rosilete venceu recentemente a pugilista uruguaia Maria ‘La Panterita’ Nunes, em confronto realizado na cidade de São José dos Pinhais, (PR). Essa vitória proporcionou a Rosilete levantar o cinturão de campeã mundial da WIBA (Womens International Boxing Association). Esse título é inédito para o boxe feminino brasileiro, pois nenhuma mulher, nascida no Brasil, havia até então conquistado um título mundial de uma entidade deste porte no boxe feminino.

A sessão da Comissão de Direitos Humanos será transmita ao vivo pela TV Senado, a partir das 9h de segunda-feira. Nessa comissão, Rosilete e o treinador -e marido- Macaris do Livramento, falarão sobre o trabalho que os dois desenvolvem com crianças e adolescentes carentes, em São José dos Pinhais (região metropolitana de Curitiba), promovendo a inclusão social através do esporte.

Rosilte é um exemplo de que o esporte dignifica o ser humano. De origem humilde, Rosilete dos Santos chegou a ser bóia-fria nas plantações do interior paranaense. “Foi um período difícil, onde aprendi a respeitar todos nós trabalhadores, que suamos para levar aos lares brasileiros a alimentação de todo dia” recorda ela. Para a campeã mundial, “o esporte, no caso o boxe, abriu novos horizontes e queremos levar essas experiências aos menos favorecidos”, completa Rosilete.

Fonte: Assessoria de Imprensa