sábado, 31 de julho de 2010

Arias defende título sul-americano em São Paulo hoje

George Arias / Divulgação


O campeão dos pesados brasileiros George Arias (45-11-0, 32 KO's) fará hoje às 19 horas uma defesa no evento de Artes Marciais Ichigeki contra o boliviano Saul Farah (41-12-2, 33 KO's). É a segunda defesa do cinturão conquistado em 2008.

O paulistano tem 36 anos e seu rival é 9 anos mais novo. Farah já superado por decisão unânime por Raphael Zumbano, ano passado e por Lino Barros por nocaute técnico há quase 2 anos é conhecido como “El Fenix Asesino” (Fênix Assassino).

Arias vem de uma sequência de quatro vitórias, mas em 2007 e 2008 perdeu duas disputas para Audley Harrison e Taras Bidenko, nesta estava em jogo o título intercontinental da Associação Mundial de Boxe. Uma das metas do filho de Santo Arias é retomar a carreira internacional.

O promotor do evento é o carateca Francisco Filho, lenda das lutas e reconhecido mundialmente. Seu professor de pugilismo é Santo Arias, também técnico de George, O veterano Santo foi aluno do lendário Waldemar Zumbano.

“Quebra Ossos” busca interação com fãs para arrecadar fundos

James Smith Quebra Ossos - Ag. Internacionais


O americano James “Quebra-Ossos” Smith (44-17-1, 32 KO's), ex-campeão da AMB pelos pesados e hoje aposentado, desenvolveu um encontro com os fãs no qual eles podem “subir no ringue” com lendas do passado com o intuito de arrecadar fundos para ex-pugilistas em dificuldade financeira.

“Fantasy Fight Night” é o nome do evento, afinal muitos fãs já se imaginaram trocando golpes com um ídolo do pugilismo ou algum vilão de sua infância que castigou seu herói no tablado. O que explica o sucesso dos games “Friday Night Fights”.

“Nós boxeadores estamos ficanco velhos, com problemas nos joelhos e lentos”, brinca o Quebra Ossos. “É triste saber que existem campeões que devido a doenças não podem sequer ler ou escrever nos dias de hoje”, afirma em tom mais sério.

O primeiro “Fantasy Fight Night” será na Carolina do Sul, E.U.A, mas há planos de apresentações na Inglaterra e Porto Rico.

Uma vida Quebrando Ossos

Hoje aos 57 anos de idade, o pugilista teve uma carreira que durou 18 anos entre 1981 e 1999 na qual conquistou seu título ao bater Tim Whiterspoon por nocaute no 1° giro em uma revanche na qual foi derrotado por decisão unânime e logo em sua primeira defesa se despediu da coroa em favor de Mike Tyson, mas foi um dos poucos a terminar em pé contra o lendário atleta de Nova York.

Em sua primeira luta perdeu por nocaute técnico no 4° giro, mas James Smith é conhecido no meio por ser duro de derrubar. Durante sua melhor fase – anos 80 – apenas o então campeão dos pesados Larry Holmes dos E.U.A e o canadense Razor Ruddock o nocautearam.

Uma de suas vitórias mais significantes foi sobre o britânico Frank Bruno que perdeu sua invencibilidade com um nocaute no 10° assalto. No Brasil “Quebra Ossos” é conhecido por ter sido superado por Adilson Rodrigues, o “Maguila”, em uma luta controversa.

O último combate de “Quebra Ossos foi contra Larry Holmes em 1999 no qual saiu derrotado por nocaute técnico no 8° giro.

James Smith (campeão AMB) x Mike Tyson (campeão CMB) 1988:






James "Quebra Ossos" x Frank Bruno (1984):












Arisco internado com infecção recebe alta

Arisco / Reinaldo Carrera


O pugilista baiano Joniva “Arisco” Barreto (5-1-0, 2 KO's) recebeu alta após ter sido internado por infecção generalizada e descansa em casa. Terça-feira dia 27 foi superado por nocaute técnico por Aldimar Santos Silva (9-1-0, 6 KO's) no 4° assalto durante contenda realizada no Baby Barioni. Na véspera o nordestino já sentia sintomas do mal.

Internado com dores de cabeça, vômitos e diarreia o peso pena (57,1 kg) pode ter sofrido o mal-estar por conta de alimentos impróprios ao consumo. O resultado foi seu treinador jogando a toalha no 4° giro e sua internação na capital paulista, para onde seguiu para Bahia. No momento “Arisco” repousa em sua residência.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Samuel Peter desafia Wladimir Klitschko pelos títulos pesados FIB e OMB

Wladimir Klitschko / Weidemann


Conforme o site ESPN.com na coluna do jornalista Dan Rafael, o campeão dos pesados FIB e OMB Wladimir Klitschko (54-3-0, 38 KO's) e o ex-campeão CMB Samuel Peter (34-3-0, 27 KO's) lutarão no dia 11 de setembro em Frankfurt, na Alemanha.

O nome do nigeriano Peter surgiu quando o russo Alexander Povetkin desistiu após dois anos de espera na lista. Povetkin estava num contrato contraditório e seu treinador Teddy Atlas (também comentarista de boxe na ESPN) não acredita que seu pupilo está pronto para Klitschko.

Peter e Klitschko se encontraram há 5 anos em uma luta eliminatória para determinar o desafiante aos títulos de Chris Byrd (FIB e OMB). O ucraniano levou por decisão unânime e se tornou dono das coroas 7 meses depois.

“Naquela oportunidade Peter chegou perto, mas agora com experiência se colocar Klitschko em perigo vai finalizá-lo. Se derrotá-lo haverá muitas mudanças na divisão dos pesados”, afirma o empresário Bob Arum da Top Rank.

O empresário de Klitschko, Bernd Boente acredita em uma luta interessante se analisar o combate de 2005 e aponta que 15 mil ingressos já foram vendidos. Seu cliente tem um boxe técnico e é tido como o melhor da atualidade na categoria, enquanto, o africano tem o golpe mais forte entre seus pares.

Samuel Peter / Ag. Internacionais

Briggs desafia Vitali pelo título dos pesados CMB

Shannon Briggs / Ag. Internacionais


“Assinei o contrato (na quarta-feira) e espero aposentar um grande campeão, sou o melhor de todos os tempos”, declarou o ex-campeão dos pesados da Organização Mundial de Boxe Shannon Briggs dos E.U.A que enfrentará o ucraniano Vitali Klitschko dono do título do Conselho Mundial de Boxe.

“Após aposentar Vitali creio que lutarei com David Haye no estádio de Wembley, isso seria um sonho se tornando realidade”, relata o pugilista de 38 anos, 1 ano mais novo que o futuro rival. Em seu cartel constam 51 vitórias, sendo 5 por nocaute, 5 derrotas e 1 empate.

Klitchko se aposentou em 2004, voltou depois de 4 anos faturando o título que hoje defende ao bater o nigeriano Samuel Peter, também superou o cubano Juan Carlos Gomez, o americano Chris Arreola e vem de um nocaute sobre o polonês Albert Sosnowski em maio deste ano. São 40 vitórias, 38 nocautes e duas derrotas.

Briggs enfrentou o escada Rob Calloway e o bateu no 1° assalto. Em seu cartel é possível ver que suas principais lutas não terminaram em vitória para o nova-iorquino e mesmo seu reinado na OMB não foi longo.

Manny Pacquiao lutará no território de Antonio Margarito

Manny Pacquiao / Ag. Internacionais


Após assumir na terça-feira como deputado nas Filipinas, Manny Pacquiao volta a mostrar que está disposto a encarar Antonio Margarito dentro do território mexicano. O combate será dia 13 de novembro em Monterrey valendo o título dos supermeio-médios (69,8 kg) do Conselho Mundial de Boxe.

Pacquiao, campeão dos meio-médios (66,7 kg) pela Organização Mundial de Boxe, tem como exigência o peso limite de 68 kg, inferior ao da categoria disputada, porém ao seu ver equilibrará a contenda, pois mede apenas 1,69m contra 1,80m do mexicano. Sobre a apresentação no país tradicional na nobre arte e lucha libre afirma: “gosto do México”.

No passado o astro asiático bateu o lendário Oscar de La Hoya – já em fim de carreira – que também mede 1,80m. Compara a estatura dos dois latinos e acredita não encontrar um oponente fácil em Margarito.

Sobre a tão esperada luta contra o americano Floyd Mayweather Jr., Pacquiao afirma: “Vivem (equipe de Mayweather Jr.) dizendo coisas desagradáveis a meu respeito, mas não me importo e nã responderei. Só vou lhes mostrar que os filipinos sabem respeitar as pessoas”.

quarta-feira, 28 de julho de 2010

As loucas aventuras de Don King e Ricardo Mayorga

Ricardo Mayorga e Don King / Arquivo AP


“Esse empresário malandro junto com um lutador falastrão da pesada vão aprontar todas e dar o que falar no mundo do boxe numa das comédias mais hilariantes do cinema”. A frase parece chamada de mais uma “maravilha” hollywoodiana na Sessão da Tarde, mas ilustra a realidade vivida por Don King e Ricardo Mayorga.

O nicaraguense Mayorga após desentendimentos com o empresário Don King fechou com este visando um combate com o alemão Felix Sturm, campeão dos médios da Associação Mundial de Boxe. Estava até cotado pela própria agremiação, mas o europeu enfrentará o dominicano Giovanni Lorenzo.

A desavença entre Mayorga e King começou quando o segundo entrou com um processo proibindo o lutador de participar de um torneio de MMA (atual vale-tudo). O pugilista no final da pendência na justiça aceitou que King resgatasse US$ 1 milhão (R$ 1,76 milhões) depositados como fiança desde maio em um tribunal da Flórida que impediram a luta de MMA do nicaraguense.

Para escapar desse problema, o cartola americano terá de negociar com sua lábia de político novo combate para seu “protegido” que está há 2 anos sem lutar e não é o único com brigas com patrões. Sturm ficou um ano sem boxear por causa de desentendimentos com a Universum Box Promotion para poder romper seu contrato.

Açougue bate Odair José no Baby Barioni

Açougue / Getty Images


Na rodada de ontem do tradicional ginásio paulistano Baby Barioni, Carlos Nascimento, o “Açougue” (25-2-0, 21 KO's) bateu Odair José Teodoro (1-16-0) após desistência no terceiro assalto.

Açougue colocou seu jogo sobre o rival que até esboçou dificuldade no 1° tempo, mas sofreu uma queda. Na etapa seguinte o xará do cantor popular brega também foi a lona e decidiu não voltar no 3° giro. Nascimento que é empresariado por Seu Edu Mello, vinha de uma derrota para o polonês Pawel Wolak e agora mira seu facão em Julio Cesar Chavez Jr. do México.

"Eu tenho" na voz de Odair José (cantor):

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Namús sofre lesão antes de enfrentar Duda

Chris Namús em campanha publicitária pelo boxe feminino / Divulgação


A uruguaia Chris Namús (13-1-0, 5 KO's) sofreu uma lesão durante sua preparação para o combate contra a sérvio-brasileira Duda Yankovich (11-2-0, 5 KO's) e pode ter o embate adiado. A luta vale pelo título mundial das super leves da Federação Mundial de Boxe Profissional em poder de Namús e será disputado em Punta del Este, Uruguai.

Namús conquistou a coroa, então vaga, ao bater a brasileira Adriana Salles e antes de enfrentar Duda convidou a antiga rival para ser sua sparring. Duda é um desafeto de Salles, mas as negociações não caminharam.

Yankovich vem de duas derrotas consecutivas, perdeu para a americana Holly Holm ano passado e para a zambiana Esther Phiri e tem no combate contra a uruguaia a recuperação de sua carreira rumo ao título mundial da Wiba que já foi seu e outros.

Duda Yankovich / Divulgação


Colaborou: Carlos Zanetti do Uruguai

Lino Barros prepara defesa de título latino

Lino Barros / UOL

7° colocado no ranking mundial de cruzadores (90,7 kg) da Organização Mundial de Boxe, o matogrossense Laudelino Barros, o “Lino” defenderá em 30 ou 40 dias o título latino da instituição na sua cidade natal Campo Grande.

Desde março treinando em Nova Jersey nos E.U.A, o objetivo do brasileiro é obter o título mundial do órgão, atualmente nas mãos do alemão Marco Huck.

Seu próximo combate tem como provável adversário o argentino Orlando Farias (20-9-0, 9 KO's) que já enfrentou o paulistano pesado Raphael Zumbano na última temporada. Com 7 vitórias seguidas desde 2008, Lino vem com 34 anos de idade.

Pacquiao quer Margarito, mas nas suas condições

Manny Pacquiao / Ag. Internacionais


Passada a novela sobre o combate com Floyd Mayweather Jr. a equipe do filipino Manny Pacquiao aceitou confrontar o mexicano Antonio Margarito, mas o combate deverá ser feito com peso inferior à 68 kilos, mesmo sendo válido o cinturão vago dos supermeio-médios (69,8 kg) do Conselho Mundial de Boxe.

O advogado do asiático Franklin Gacal explica que a solicitação é justa em referência a disparidade da estatura de ambos gladiadores. Margarito mede 1,80m, enquanto seu cliente tem apenas 1,69m. Pacquiao é dono do cinturão mundial dos meio-médios da Organização Mundial de Boxe.

Outro imbróglio é a licença para boxear nos E.U.A aguardada pelo mexicano. Se aprovado para lutar o embate será feio em Las Vegas no dia 13 de novembro. Outras opções são Monterrey no México e Abu Dhabi nos Emirados Árabes.

Margarito perdeu sua licença ano passado ao tentar defender seu título dos meio-médios (66,7 kg) AMB e fracassar frente Shane Mosley usando gesso líquido em suas bandagens. Além de tomar uma surra no ringue ficou afastado aproximadamente um ano.

Margarito e Mosley / Arquivo Ag. Internacionais

Mayorga e Don King se acertam e focam em título de Sturm

Ricardo Mayorga e Don King / Arquivo Associated Press


Duas figuras polêmicas e falastronas do boxe trocaram insultos semana passada, mas o pugilista nicaraguense Ricardo “El Matador” Mayorga e o folclórico empresário Don King chegaram a um – rico – acordo por meio da intermediação do técnico e representante do atleta, Rosendo Alvarez.

A situação ocorreu por conta de um litígio iniciado por Don King interferindo em uma luta de Mixed Martial Arts (MMA), o atual vale-tudo, que Mayorga disputaria em maio.

Pelo acordo, o nicaraguense assinou um documento permitindo Don King a restituir o depósito em fiança de US$ 1 milhão (R$ 1,78 milhão) feito em um tribunal da Flórida. O empresário se comprometeu a colocar Mayorga frente ao atual campeão médio da Associação Mundial de Boxe (AMB), Felix Sturm dia 4 de setembro na Alemanhã.

O pugilista inícia esta semana os treinos para encarar o alemão, há dois anos não sobe em um ringue e a última vez que esteve num foi nocauteado pelo americano “Sugar” Shane Mosley. A AMB autorizou o combate com o europeu.

Argentino Hugo Garay quer dar a volta por cima lutando com brasileiro Marcelo Leandro da Silva

Hugo Hernan Garay / Ag. Internacionais


Hugo Hernan Garay (32-5-0, 17 KO's) da Argentina vem de duas derrotas seguidas e perdeu seu cinturão dos meio-pesados (79,3 kg) da Associação Mundial de Boxe. Para reestruturar sua carreira combaterá no dia 14 de agosto, em Santa Fé, no seu país, o brasileiro Marcelo Leandro da Silva (19-2-0, 14 KO's).

O título conquistado em 2008 sobre o ucraniano Yuri Barashian foi defendido contra o alemão Jürgen Braehmer e perdido para o espanhol Gabriel Campillo ano passado. Ao retornar aos ringues Garay sofreu um brutal nocaute técnico no1° assalto contra o americano Chris Henry.

Da Silva encarou poucos adversários de cartel forte até o momento e quando o fez acabou nocauteado, como quando peitou o polonês Dawid Kostecki, lutando no país dele há quase 2 anos. O combate terminou por nocaute técnico no 1° round.

Outra derrota que abalou a carreira de Marcelo da Silva foi para Antonio Tintiliano, em um nocaute técnico no 7° giro em combate feito em Carapicuíba, interior paulista. Tintiliano tinha até então no seu cartel apenas 3 vitórias e 8 derrotas.

sábado, 24 de julho de 2010

O grande vacilo do "diplomata" Stallone

O "diplomata" Sylvester Stallone / Divulgação


Sylvester Stallone teve sua película Rocky (1976) premiada com o Oscar de melhor filme e melhor direção para G. Avidsen, além do próprio ter sido indicado como melhor ator, Talia Shire como melhor atriz e Burt Young como melhor coadjuvante. Desde então a carreira de alguém que fora anunciado como o próximo Al Pacino, o futuro Marlon Brando e substituto de Robert DeNiro ficou na mediocridade e muitas vezes abaixo dela.

Ontem, o ator e diretor proferiu ofensas ao Brasil, país onde gravou seu novo filme de ação-testosterona Os Mercenários (2010). Zombou dos hábitos locais e da hospitalidade do povo além de fazer chacota do símbolo do B.O.P.E - neste ponto acertou, uma caveira cercada por armas não é algo que transmita proteção e sim a ideia de morte -. Também afirmou ter sentindo uma enorme falta de segurança.

Sua atitude pesa muito, principalmente pela imagem que fez ao longo de sua carreira. Em quantos filmes interpretou o vilão? Muitos o vêem como o eterno Rocky Balboa, em sua chegada ao Rio populares gritavam o nome do carismático pugilista, personagem de origem humilde assim como os brasileiros alvos de chacota pelo ator que o interpreta. Stallone é outro com origem pobre, mas parece que a combinação de sucessos de bilheterias e holofotes afetaram sua cabeça.

Em sua carreira, apenas 4 filmes se destacam: Copland (1997) no qual engordou para o papel de um xerife de interior e atuou com DeNiro e Harvey Keitel – trabalhou bem, mas não levou nada do aprendizado para outros projetos –, Rocky (1976), Rambo (1982) e Rocky Balboa (2006), o resto não passam de filmes B de qualidade questionável. Sendo que as séries Rocky e Rambo tem seu sucesso devido aos protagonistas e não à trama ou até mesmo efeitos especiais.

O primeiro capítulo de Rocky realmente foi muito bom, mostrou ao mundo um pugilista diferente da imagem de poderosos cultivada por esses atletas. O rapaz ignorante de origem humilde não leva jeito com as mulheres, não tem perspectiva de vida e tem medo. Seu único sonho não é ser alguém na vida, mas deixar de ser um zé ninguém.

Porém, Stallone ao invés de deixar a obra intacta decidiu faturar em cima de sequências cada vez mais mirabolantes e um azarão sem rumo se tornou em um super-herói sem limitações. As continuações vinham sempre quando o ator estava em baixa.

O soldado John Rambo no livro original de David Morrell é uma crítica dura ao império da guerra americano pronto para ceifar sua juventude visando o domínio de outras nações e o lucro da indústria armamentista. No final, o ex-combatente do Vietnã é morto por seu coronel.

Para o papel do coronel estava cotado Kirk Douglas, mas este ao saber que no final do filme Rambo não seria morto conforme pedidos de Stallone – sempre mexendo em roteiros para colocar seu papel como o grande herói – decidiu se afastar da produção.

O primeiro da série teve apenas uma morte, e ainda foi de forma acidental. Ao final o veterano de guerra chora horrorizado ao ver no que sua vida se tornou e ver que não tem mais espaço em seu país. Nos próximos Stallone monopolizou tudo e uma crítica a guerra se tornou um banho de sangue regada por diálogos clichês.

Rambo III (1988) e Rocky IV (1985) parecem desenhos animados para promover os EUA e praticamente são peças publicitárias. Foram premiados pelo presidente Ronald Reagan do Partido Republicano, ex-cowboy de Hollywood dono de políticas beligerantes.

Sylvester poderia ter escolhido ser um ator trabalhando em Hollywood como Al Pacino e Denzel Washington – claro com talento limitado –, mas decidiu por ser apenas mais uma estrela excêntrica. Seu crepúsculo de certa forma encontra paralelo com Mel Gibson, herói das séries Mad Max e Máquina Mortífera envolto em escândalos machistas e racistas.

E vale lembrar que essa não é a última investida do ator-"diplomata", há um projeto seu em desenvolvimento para levar a vida do escritor americano Edgar Allan Poe aos cinemas. Talvez neste momento reencontre o lado artista que deixa coberto por seus personagens musculosos.

-------------------------------------------------------------------------------------

Não vou negar, assisti sim muitos filmes deste ator, é entretenimento, mas comparado com a atuação que apresentou no primeiro Rocky, poderia ter evoluído muito mais, porém preferiu o dinheiro.

Shumenov tira invencibilidade de Uzelkov e mantém título dos meio-pesados na ESPN

Uzelkov (esq.) e Shumenov (dir.) - 24/07/2010 - Laura de la Torre


Um cruzado de esquerda fez a luta em Las Vegas parecer ganha para o desafiante ao título dos meio-pesados da Associação de Boxe Viacheslav Uzelkov (22-1-0, 14 KO's), mas no terceiro round caiu com um direto do campeão Beibut Shumenov (10-1-0, 6 KO's) e foi dominado no restante da luta que terminou com vitória por decisão unânime.

O Cazaque Shumenov manteve o cinturão e tirou a invencibilidade do rival, após sua queda no primeiro round, mostrou eficiência e sangue frio ao voltar sem se abater para o combate. Aplicando jabs pressionou a guarda de Uzelkov e conseguiu encaixar bons golpes.

As plaquetas ao final do combate apontaram117-109 e 118-108 (duplo). O campeão atual retirou o título do espanhol Gabriel Campillo este ano, em luta contestada pelo antigo rei que era também revanche de um encontro anterior entre ambos no qual o cazaque foi derrotado.

O detentor da coroa da AMB pode buscar unificar seu reino contra Jean Pascal campeão pelo Conselho Mundial de Boxe, Tavoris Cloud dono do trono da Federação Internacional de Boxe ou Jürgen Brahmer da Organização Mundial de Boxe.

A luta teve transmissão para o Brasil ao vivo pela programa Friday Night Fights da ESPN.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Marcela Acuña enfrenta Rosilette em cidade natal

Marcelo Acuña e Rosilette da Silva / Divulgação


A argentina Marcela “La Tigresa” Acuña (34-5-0, 16 KO's) se despede dos ringues defendendo o título supergalo (55,3 kg) do Conselho Mundial de Boxe contra a brasileira Rosilette dos Santos (21-4-0, 13 KO's). O embate será na cidade natal da portenha, Formosa no dia 20 de agosto.

“La Tigresa” deixa o boxe aos 33 anos para buscar uma oportunidade na política. A pugilista é conhecida pelo trabalho voluntário realizado com presidiárias de seu país. A última vez que se apresentou em Formosa, foi em 2005 quando suplantou a colombiana Maria Andrea Miranda por nocaute técnico para conquistar a coroa dos penas (57,1 kg) da Wiba.

Rosilette busca sua primeira vitória expressiva contra uma adversária internacional, perdeu para a alemã Alessia Graf na disputa do título supermosca da Wibf e para a argentina Carolina Gutierrez Gaite com o cetro da AMB em jogo. Também terá o privilégio de participar do último combate de Acuña que é um momento crucial na trajetória da atleta podendo sair vitoriosa e fazer da festa da “Tigresa” a sua.

Caso Rosilette vença, terá sua estrada rumo ao tão sonhado título mundial expandida facilitando um combate com as atuais campeãs pelas principais entidades. A paranaense mantém o título da World Boxing Commision, mas este é visto como coroa de 2ª divisão e não é a meta final da ex-bóia fria que abandonou as lavrouras para calçar luvas e trocar socos.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Em matéria do UOL Popó deixa a aposentadoria e volta pra política

Popó / Divulgação


Popó já foi político e saiu do ramo afirmando que “política é suja”, mas decidiu voltar segundo o próprio para atender pedidos do povo baiano. Em matéria do jornalista Maurício Dehò, o ex-pugilista revela motivos do seu retorno.

Casca luta pelo título mundial em Florianópolis

Claudionei Lacerda, vulgo Casca de Santa Catarina fará no dia 7 de agosto a luta válida pelo título mundial dos leves da Universal Boxing Council – agremiação considerada de 2ª divisão – contra o colombiano Maurício Julio. A luta terá transmissão pela Band Sports na TV à cabo.

Casca tem 11 vitórias, 1 derrota e 7 nocautes, e 30 anos, seu rival chega com 14 vitórias sendo 6 por nocaute e 11 derrotas. Com esse retrospecto e lutando em casa, o brasileiro pode ser visto como favorito.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Morre Mac Foster

Muhammad Ali e Mac Foster / Bettman Corbis

Desafiante ao título de Ali terminou a luta em pé

Em 1972, o americano Mac Foster (30-6-0, 30 KO's) dono de um cartel invejável com nocautes em todas suas vitórias desafiou Muhammad Ali, ícone máximo do esporte de luvas. O postulante ao cinturão de campeão mundial não faturou a coroa, mas teve a honra de terminar em pé a luta realizada em Tóquio, Japão. Foster faleceu dia 19 aos 68 anos.

Foster, dono de um alto limiar de dor só perdeu apenas um combate por nocaute, o dono do feito foi o americano Jerry Quarry, em embate realizado em 1970. Suas principais vitórias foram sobre Mike Boswell, Zora Folley e Joe Bugner.

Mac Foster x Muhammad Ali - 1972





O boxe lá dentro

Aqui Dentro / Capa João Wainer


A fotográfa e documentarista Maureen Bisiliat, o jornalista André Caramante, a atriz Sophia Bisilliat e o foto-jornalista João Wainer produziram o livro Aqui Dentro, páginas de uma memória: Carandiru (2003) de fotografias e relatos sobre a extinta Casa de Detenção, ou Carandiru.

O livro consegue apresentar os presidiários e os funcionários da instituição sem ser piegas ou apelar para o jogo de “preto e branco”, mostrando que o universo daqueles que vivem no cárcere é cinza na maioria das vezes. Um dos destaques é o massacre de 1991 que matou 111 presos durante a gestão Fleury (então PMDB) no governo estadual de São Paulo.

As fotografias são cruas, assim como a realidade desses homens. Duas páginas falam sobre a vivência de Luiz Camargo Wolfmann, o Luizão, Diretor da Casa de Detenção Professor Flamíio Fávero (nome do Carandiru) durante 1980 à 1986 e abordam como o mesmo implantou o boxe:

Detento pratica boxe no Carandiru / Vídeo-Imagem de Maurren Bisilliat


“Aqui é o único lugar que você pode quebrar a cara do Diretor e não vai de castigo!”, era a forma que Luizão chama os detentos para entrarem nas aulas da nobre arte, ministradas pelo próprio. O diretor via no esporte uma forma de deixá-los menos agressivos e uma saída dos vícios.

Para os críticos ao esporte no recinto, Luizão respondia que nunca vira alguém assaltando banco apenas com os punhos, mas sim com metralhadoras. O advogado também tinha nesse trabalho um método de descobrir quem traficava internamente e os planos de fuga.

Luiz Wolfman (dir.) com Chiquinho (esq.) / Vídeo Imagem Maurren Bisilliat


Sophia Bisilliat é reconhecida na sociedade por trabalhar com população carceraria abrindo portas para artistas desse meio como o grupo de rap 509-E, atores e artistas plásticos. Caramante atua na Folha de São Paulo assim como Wainer. Maurren Bisilliat é uma fotógrafa reconhecida com sua obra completa incorporada ao acervo do Instituto Moreira Salles.

terça-feira, 20 de julho de 2010

EA Sports prepara game de boxe Fight Night Champion para 2011

Manny Pacquiao no game Fight Night Champion / EA Sports Divulgação


A empresa de games EA Sports anunciou seu próximo projeto para 2011, o jogo de boxe Fight Night Champion, sucessor do jogo Fight Night Round 4. O game terá entre 60 e 65 pugilistas além de novos recursos em relação aos seus predecessores.

“Fight Night Champion vai quebrar a fórmula do que se espera em um jogo de esportes single-player (um jogador)”, revelaram os desenvolvedores da EA Canadá, conforme o site IGN, especializado em games. Os criadores também prometem que “os jogadores vão poder entrar no ringue e viver em primeira mão o drama, emoção, entusiasmo e tragédia do mundo do Boxe”.

Além do modo para um jogador, continua a disputa de partidas on-line no qual proprietários do game podem desafiar colegas pela internet. Outro aspecto interessante é a possibilidade de criar seu pugilista definindo atributos que variam desde técnica até aparência física.

Imagens com a versão digital do pugilista filipino Manny Pacquiao já foram liberadas. Será que vai ter Floyd Mayweather Jr.? Será que pelo menos no game os dois vão lutar?

Manny Pacquiao no game Fight Night Champion / EA SPORTS Divulgação

Comissão Atlética de Nova Iorque retira suspensão da Golden Boy Promotions

A Comissão Atlética de Nova Iorque retirou a suspensão imposta a empresa Golden Boy Promotions, especializada em lutas de boxe, de atuar no estado. A medida havia sido votada no dia 6 de julho.

A Golden Boy foi multada em US$ 10 mil por não providenciar a papelada requerida pela Comissão sobre o evento organizado no dia 15 de maio no qual Amir Khan superou Paulie Malignaggi.

O proprietário da Golden Boy é Oscar de La Hoya que mantém vinculos empregatícios com os pugilistas “Sugar” Shane Mosley, Bernard Hopkins, David Haye, Sergio Mora, Erislandy Lara, Saul “Canelo” Alvarez, Manny Pacquiao, Ricky Hatton e outros.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Mayweather Jr. explica por quê não respondeu ao chamado de Pacquiao

Floyd Mayweather Jr. e Roger Mayweather / Associated Press


Floyd Mayweather tinha até sexta-feira dia 16 para responder o desafio do filipino Manny Pacquiao, a data expirou e não houve respostas. No sábado, o pugilista indicou que sua posição não seria alterada. “Não estou interessado em apressar isso”, declarou a Associated Press.

“Money” Mayweather fez uma aparição num jogo de basquete com fins beneficientes promovido pelos atletas da NBA Dwayne Wade e Alonzo Mourning. Mayweather conversou numa boa com os repórteres sobre a NBA, mas quando indagado sobre seu esporte simplismente não respondia.

A equipe de Mayweather Jr. não respondeu no prazo estipulado pelo empresário de Pacquiao, Bob Arum dono da Top Rank Promotions. A luta poderia ter uma das maiores rendas na história da nobre arte.

“Não estou pensando em boxe agora. Estou apenas relaxando, lutei há 60 dias, então, agora quero me curtir, curtir minha vida, curtir com a minha família e curtir minhas férias”, declarou o atleta.

No início das conversas Pacquiao se mostrou contra testes surpresa anti-doping, mas agora está disposto a passar por esses procedimentos e também aceita dividir o faturamento do evento. Com nada fechado o filipino bateu o ganense Joshua Clottey em março e “Pretty” Floyd superou Shane Mosley em maio.

O cartola da Top Rank acredita que Mayweather Jr. pode não ter respondido ao desafio em razão de problemas familiares. Roger Mayweather, tio e treinador do pugilista americano enfrenta na justiça um processo por agredir uma boxeadora. O julgamento será no próximo mês.

Caso a luta não ocorra, Pacquaio pode enfrentar o ex-campeão dos meio-médio da AMB Antonio Margarito, ou conceder uma revanche ao porto-riquenho Miguel Cotto, que após enfrentá-lo conquistou o título dos médio-ligeiros da AMB. Na próxima luta o filipino defenderá o cetro dos meio-médios da OMB.

Manny Pacquiao / Issac Brekken AP

Rainha Assassina mantém reinado em luta sem decisão

Susi Kentikian / 17/07/2010 / Malte Christians / Getty Images


A armênia Susi Kentikian (27-0-0, 16 KO'S – 1 SD), a “Rainha Assassina” manteve seu títulos dos moscas (50,8 kg) versões Associação Mundial de Boxe (AMB), Organização Mundial de Boxe (OMB) e Women's International Boxing Federation (Wibf) no sábado lutando na Alemanha.

A luta com a mexicana Arely Mucino (10-0-1, 6 KO's – 1 SD) foi interrompida no 3° round e os árbitros declararem “sem decisão” em razão de um choque de cabeças acidental.

A mexicana estava levando a melhor durante o embate, e a armênia radicada alemã passou por apuros até a paralisação. A mexicana tinha vantagem no placar de 20-18, 19-19 e 19-19.

Coreana Kim conquista título em apenas 5 lutas profissionais

Hyo-Min Kim (4-0-1, 1 KO's) da Coréia do Sul faturou aos 27 anos o título mundial interino das superpenas (57,1 kg) da Associação Mundial de Boxe com apenas 5 lutas profissionais. O embate foi em seu país, sábado. Kim bateu a japonesa Chika Mizutani (8-2-0, 3 KO's) por pontos, as plaquetas apontaram 99-91, 99-92 e 98-92..

A estreia da coreana foi há 2 anos, em seu terceiro combate disputou o título mundial contra sua conterrânea Hyun Mi Choi, mas a luta terminou empatada e nesse caso o cetro fica com o dono. Ano passado Kim fez sua grande luta, suplantou a veterana Lisa Brown de Trinidad e Tobado.

domingo, 18 de julho de 2010

Bradley tira invencibilidade de Abregu

Timothy Bradley (esq.) e Luis Carlos Abregu (dir.) / 17/07/2010 / Big Joe Miranda


Dois pugilistas subiram ontem em um ringue na Califórina invictos, mas apenas o americano Timothy Bradley (26-0-0, 11 KO's) pode se gabar de manter seu currículo imaculado. O pugilista que subiu pra categoria dos meio-médios superou o argentino Luis Carlos Abregu (29-1-0, 23 KO's) por decisão unânime. As plaquetas apontaram 118-110, 117-111 e 116-112.

Após o embate Bradley desafiou Manny Pacquiao, Devon Alexander, Marcos Maidana e Amir Khan, lutadores em destaque no cenário atual. “Eu acho que mereço uma oportunidade. Só me dêem uma chance, é tudo que eu peço”.

Timothy Bradley / 17/07/2010 / Craig Bennett FightWireImages

Montiel aniquila Concepción

Rafael Concepción e Fernando Montiel (dir.) / 17/07/2010 / Rafael Soto - Zanfer


O campeão dos galos do Conselho Mundial de Boxe e da Organização Mundial de Boxe Fernando Montiel (43-2-2, 33 KO's) nocauteou sem piedade no 3° round o ex-campeão interino dos super-moscas Rafael Concepción (14-5-2, 8 KO's) no México.

Montiel derrubou Concepción no 2° round duas vezes e então o colocou na lona por definitivo no round seguinte com 1 minuto e 7 segundos.

Lebedev acaba com Alexeev

Boxeador agora é adversário obrigatório ao título dos cruzadores OMB de Marco Huck

Denis Lebedev (esq.) e Alexander Alexeev / 17/07/2010 / Eroll Popova


Lebedev partiu agressivo desde o começo do embate e com um direto de esquerda acabou com as pretensões do rival. Alexeev que já participou de Jogos Olímpicos e foi campeão mundial dos amadores ficou tão desnorteado que mal conseguia se levantar. O vencedor do empate enfrentará o alemão Marco Huck dono do cinturão dos cruzadores da OMB.

Ontem na eliminatória de desafiantes ao título dos cruzadores (90,7 kg) da Organização Mundial de Boxe, o russo Denis Lebedev (21-0-0, 16 KO's) bateu seu conterrâneo Alexander Alexeev (19-2-0, 17 KO's) na Alemanha por nocaute no 2° assalto.

Lebedev partiu agressivo desde o começo do embate e com um direto de esquerda acabou com as pretensões do rival. Alexeev que já participou de Jogos Olímpicos e foi campeão mundial dos amadores ficou tão desnorteado que mal conseguia se levantar. O vencedor do empate enfrentará o alemão Marco Huck dono do cinturão dos cruzadores da OMB.

Reveco bate Torres em 5 rounds

Juan Carlos Reveco / 17/07/2010 / Clarín


O argentino Juan Carlos Reveco (24-1-0, 14 KO's) manteve seu título interino dos mosca-ligeiros da Associação Mundial de Boxe ao bater por nocaute técnico no 5° assalto Armando Torres (13-6-0, 8 KO's) do México. O combate foi ontem em Mendonza, Argentina.

Reveco dominou a apresentação desde o início e com sua velocidade e força superiores derrubou Torres com um direto de direita no 3° round. Torres regressou ao embate, mas no 5° giro foi devastado por um golpe de direita e caiu duro na lona, e mesmo assim voltou.

O campeão percebeu que teria de fazer mais do que derrubá-lo, então foi pra cima e desferiu uma sequência de socos que fez o córner do desafiante jogar a toalha. O juiz sem perceber a ação dos colegas de Torres parou a luta mesmo assim aos 2 minutos e 28 segundos do 5° assalto.

Barrett consegue empate com Tua

Tua sofre primeiro knock down

Tua (chão) e Barrett / 17/07/2010 / Marty Rosengarten www.ringsidephotos


Segundo colocado entre os pesados pelo ranking do Conselho Mundial de Boxe, David Tua (51-3-2, 43 KO's) sofreu ontem seu primeiro knock down na carreira, um feito realizado pelo regular americano Monte Barrett (34-9-1, 20 KO's) escada dos lutadores de ponta que conquistou um empate com o samoano. A luta foi em Atlantic City, Nova Jersey, E.U.A.

Tua, 37, que já foi considerado “o novo Tyson” no final da década de 90 e início do século XXI perseguiu o oponente durante o combate todo, mas não encaixou seus potentes golpes, o pugilista também teve um ponto reduzido por arremessar Barrett ao solo no 12° assalto. Após a queda o americano se levantou, partiu para o ataque e derrubou Tua. Os árbitros deram empate com plaquetas apontando 115-111 para Tua e 113-113 (duplo).

Tua (esq.) e Barrett (dir.) / 17/07/2010 / Marty Rosenberg www.ringsidephotos

sábado, 17 de julho de 2010

Zab Judah retorna ao Friday Night Fights

Zab Judah e Jose Armando Santa Cruz / 16/07/2010 / Emily Harney


O americano Zab Judah (39-6-0, 27 KO's) venceu por nocaute técnico Jose Armando Santa Cruz (28-5-0, 17 KO's) do México ontem, após um combo de golpes que mandou latino para as cordas durante o 3° assalto. Em momento anterior da mesma etapa desferiu um uppercut que mandou Santa Cruz à lona. O combate ocorreu em Nova Jersey, nos E.U.A e foi transmitido ao Brasil pela ESPN.

“Eu não me surpreendi quando ele levantou (após o upper), mas eu senti que estava machucado. Tenho sentidos de tubarão, senti sangue e fui para o abate”, declarou Judah após a vitória e também afirmou ter deixado seu lado bad boy no passado.

O americano não lutava desde 2009, e há quatro anos começou uma fase ruim sua carreira que já foi contemplada com os títulos mundiais dos meio-médios da CMB, AMB e FIB. Tudo começou no dia 1° de julho de 2006 com uma derrota para o argentino Carlos Baldomir.

Após o revés para o latino vieram derrotas para o conterrâneo Floyd Mayweather Jr., o porto-riquenho Miguel Cotto e o ganense Joshua Clottey. No intervalo delas venceu algumas lutas, mas nehuma de grande calibre. Judah agora anseia por encontrar novamente o caminho vitorioso na categoria dos super-leves

Mesmo lutando com garra Edvan Barros tem 4ª derrota consecutiva

O brasileiro Edvan dos Santos Barros (10-10-1, 7 KO's) sofreu sua quarta derrota consecutiva ao lutar nos E.U.A contra o local Alex Perez (12-0-0, 7 KO's – uma luta sem decisão) na preliminar do ESPN Friday Night Fights tendo Zab Judah frente a Jose Armando Santa Cruz como luta principal em Nova Jersey.

Barros lutou na categoria dos meio-médios (66,6 kg) mostrando garra, mas foi superado por Perez em 8 assaltos. As papeletas indicaram decisão unânime por 77-75, 78-74 e 80-72.

Prazo de resposta de Mayweather a Pacquiao termina

Manny "Pac-Man" Pacquiao / Divulgação


"Pac-Man" tem Cotto e Margarito na mira

O filipino Manny Pacquiao, conhecido como “Pac-Man” encerrou as negociações de sua tão esperada luta contra o americano Floyd Mayweather Jr., o prazo de resposta deste se encerrou na sexta-feira e ele não se manifestou.

No início do ano um embate entre ambos era cogitado, sendo um dos mais esperados das últimas temporadas. Mayweather Jr. solicitou exames antidoping de urina e sangue surpresa para realizar a luta. O filipino se recusou, passando só pelo de urina e afirmando que o sanguíneo o deixaria fraco para a apresentação. Então cada um lutou com um adversário diferente, “Pretty Boy” Floyd foi derrotar o veterano “Sugar” Shane Mosley, enquanto, “Pac-Man” passou pelo duro ganense Joshua Clottey.

Para 13 de novembro, Pacquiao tem na sua mira para defender o título dos meio-médios da Organização Mundial de Boxe, o mexicano Antonio Margarito ou cederá uma revanche ao porto-riquenho Miguel Cotto. Conversas com as partes responsáveis por ambos pugilistas por meio de seu empresário Bob Arum já foram iniciadas, mas não dispensa um futuro encontro com “Money” Mayweather.

“A luta que queremos é com Mayweather. Floyd, seja qual for a razão, não quis se comprometer. Estou certo, sem saber, que há um bom motivo para Mayweather não estar comprometido no momento”, afirmou Arum, promotor de Pacquiao.

Mayweather foi campeão do mesmo título até se aposentar do esporte em 2007 para regressar depois dois anos. Arum defende que a questão do doping foi resolvida, e crê na possibilidade de “Pretty Boy” Floyd não ter respondido por conta do julgamento de seu tio Roger Mayweather, acusado de agredir uma pugilista.

“Eu realmente acredito que esse problema com seu tio influencie. Se eu estivesse no lugar dele, não gostaria de entrar nesta grande luta sem meu treinador”, alega Arum esperando não ter seu cliente contra Mayweather Jr. ainda este ano.

Floyd Mayweather Jr. e Roger Mayweather / Associated Press


A possibilidade da revanche com Cotto cresce, o portorriquenho é campeão médio-ligeiro da AMB, título que abocanhou após bater o israelense Yuri Foreman. Foi triturado por Pacquiao em 2009, por nocaute técnico. Seu currículo tem 35 vitórias, 28 por nocaute e duas derrotas. O outro que o derrotou foi Antonio Margarito.

O mexicano Margarito vem de uma suspensão de quase um ano por ter usado gesso líquido em sua luva no combate com “Sugar” Shane Mosley, e ainda por cima levou uma surra que terminou por nocaute técnico no 9° assalto e a perda de seu título dos meio-médios AMB. O pugilista em seu regresso busca reconquistar seu prestígio no quadrilátero e o combate com Pacquiao pode lhe conferir isto.

Larry Holmes ganha estátua em outubro

Larry Holmes


O ex-campeão dos peso-pesados e membro do Hall da Fama do Boxe, Larry Holmes, 60, ganhará uma estátua na cidade de Easton, Pensilvânia, nos E.UA, em outubro. O ex-pugilista é oriundo do estado da Geórgia, mas foi criado no município da homenagem.

Apelidado “The Easton Assassin” (O Assassino de Easton), sua estátua pesará mais de 1 tonelada e terá aproximadamente 2,75 m e será colocada na rua que o herói local mantém seu restaurante e prédio de escritórios.

Larry Holmes foi tido como um campeão “tampão”, sendo o dono do cetro mundial depois de Muhammad Ali e antes de Mike Tyson, essa fama negativa foi desfeita depois de reconhecido seu talento no boxe. Deixou um cartel de 69 vitórias, 44 nocautes e 6 derrotas tendo superado nomes como Ken Norton, Gerry Cooney, Tim Witherspoon e o próprio Ali – este já longe do seu ápice –.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Mike Tyson faz confissões sobre sua decadência e recuperação

Mike Tyson / Agência Estado


“Aquele que luta com monstros deve acautelar-se para não tornar-se também um monstro. Quando se olha muito tempo para um abismo, o abismo olha para você”, a frase do filósofo alemão Friedrich Nietzche poderia entrar facilmente como o prefácio de uma biografia sobre Mike Tyson.

O ex-pugilista americano de 44 anos que está entre as principais lendas dos esportes e da mídia fez declarações polêmicas para a revista Details de seu país, demonstrando não apenas arrependimento, mas também repulsa pelo homem que já foi um dia:

“A primeira fase da minha vida foi um monte de egoísmo. Um monte de presentes para mim e para pessoas que não mereciam. Agora percebo que toda minha vida é um lixo. 'Maior homem do planeta'? Não era nem metade do que pensava ser. Se há algum grande plano agora, é apenas dar. É altruísmo, importo-me mais com pessoas que merecem. Fui um porco. Tenho a capacidade de me olhar no espelho e dizer "Sou um porco. Sou um merda".

Tyson há 8 meses aderiu ao vegetarianismo, passou mal na última vez que comeu carne e não ingere mais doces para “ter mais energia”. Iron Mike se converteu ao islamismo após a condenação de estupro em 1991 e as suas amizades mudaram desde então.

“Ainda sou um porco. É por isso que é muito difícil para mim quando as pessoas estão me oferecendo todas as atenções e amor. Estas pessoas querem me abraçar, querem me tocar, e estou me sentindo como: 'Tire as malditas mãos de mim.’ Elas são sujas. Não é que elas sejam necessariamente pessoas ruins, mas sei que fizeram coisas erradas no passado. Depois que perdi a minha filha de 4 anos (a caçula Exodus morreu em maio de 2009 após um acidente doméstico), quero estar a serviço das pessoas. Preciso ter algo que eu possa oferecer às pessoas neste mundo”, reflete o americano.

O pugilista admira o líder político chinês Mao Tse Tung e o Che Guevara, membro da Revolução Cubana de 1959, e os tatuou em seu corpo. Ambos personagens da história foram fundamentais para que o ex-pugilista enfrentasse o cárcere.

“Quando me colocaram naquela pequena cela, pensavam que estavam me punindo, mas estava ali para refletir”, discursou. "Este é o momento em que me sinto mais livre na minha vida. Ainda não estou livre. Mas é um sentimento sensacional. Não tenho dinheiro. Não sou mais um cara com glamour”, lembra dos tempos de presidiário.

As derrotas no ringue para James Buster Douglas e Evander Holyfield também foram lembradas na entrevista, o primeiro foi o azarão que lhe tirou o cinturão mundial e a invencibilidade, já Holyfield o derrotou duas vezes após seu retorno da prisão e na 2ª luta teve parte de sua orelha arrancada por Tyson.

“Parei de me importar com o boxe. Parei de sentir Cus (D'Amato, seu ex-treinador e figura paterna). Todas aquelas manchetes. Não me importava com nada. E quando Douglas se levantou depois que o derrubei, não tive forças. Não tinha nem quando o derrubei. Crédito para ele. Nenhum outro fez isso”.

Mike Tyson comenta na Details que não estava pronto para Evander Holyfield. “Não estava treinando. Estava drogado, pensando que era um Deus. Deveria estar em casa, com a minha família, meus filhos. Não era para eu estar naquele ringue. Foram apenas 16 meses depois de sair da prisão, tinha dois cinturões a defender. Não merecia aqueles cinturões. Eu já estava acabado”

Macaris e Rosilette falam sobre a futura luta com "La Tigresa" Acuña

Macaris, Nicoly, Rosilete / Franklin de Freitas - Arquivo Bem Paraná

Rosilette dos Santos enfrentará a campeã dos super-galos pelos seus títulos do Conselho Mundial de Boxe e Associação Mundial de Boxe, Marcela “La Tigresa” Acuña da Argentina que se despedirá dos ringues nesta luta de data ainda não definida.

A ex-bóia fria paranaense que ascendeu socialmente com boxe combateria com a portenha em maio, mas por lesão não pôde subir no ringue e se sentiu frustrada, para ela é uma honra e uma oportunidade de coroar sua carreira na qual já tem o título mundial dos galos da World Boxing Commission, 2ª divisão do boxe.

A brasileira faz um treino de 3 sessões durante o dia dividido em preparação física pela manhã com corrida e ginástica, na tarde musculação e boxe de noite. Rosilette sabe que “La Tigresa” derrotou a paulistana Adriana Salles em 2008, mas não tem isso como motivo de vingança e se mantém focada no seu trabalho.

Marcela Acuña / La Mañana de Córdoba - 2008


Como a argentina tem muitos vídeos na internet, o treinador e esposo da paranaense Macaris do Livramento usa o Youtube para adquirir informações e estudar a futura adversária com profundidade.

Também na mira da brasileira está a italiana Emanuele Pantani, campeã dos galos pela AMB. Rosilette aos 35 anos é 7ª no ranking dos galos da AMB e 6ª no ranking da CMB.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Acuña quer despedida contra Rosilette

Marcela "La Tigresa" Acuña / Divulgação


Um dos principais nomes do boxe portenho, Marcela “La Tigresa” Acuña (34-5-0, 16 KO's), 33, decidiu que vai pendurar a luvas e embarcar na política atuando na cidade de Três de Febrero, em seu país. Para seu último combate foi escolhida a brasileira Rosilette dos Santos (21-4-0, 13 KO's). A data ainda não foi definida.

“La Tigresa” é a maior expoente do pugilismo feminino na Argentina, conquistou o título pena (57,1 kg) da Wiba e as coroas supergalo (55,3 kg) da Associação Mundial de Boxe (AMB) e do Conselho Mundial de Boxe (CMB).

Rosilette não será a primeira brasileira na trajetória de Acuña. Em 2008, suplantou Adriana Salles por decisão unânime, O combate efetuado no Uruguai foi questionado pela paulistana. Em suas duas primeiras lutas, a argentina encarou e perdeu para Christy Martin dos E.U.A e Lucia Rijker da Holanda, respectivamente, duas atletas então já consolidadas no ramo e que hoje são referência.

A paranaense foi cotada para encarar a campeã dos supergalos em maio, mas uma contusão a tirou da disputa, uma substituta subiu em seu lugar e foi derrotada. A motivação de Acuña para a política parece ser natural, a platina já participa incisivamente de sua sociedade com trabalhos comunitários em presídios femininos.


Rosilette dos Santos / Franklin de Freitas

A chance e o risco de Rosilette

A pugilista Rosilette, tem uma trajetória comum no meio do boxe por vir da pobreza, mas o fato dela ter sido ex-bóia fria chama atenção até mesmo de quem não é fã do esporte, mostrando que a nobre arte pode ser um mecanismo na ascensão social por uma via honesta.

Aos 35 anos, é campeã dos galos pela World Boxing Commission, agremiação tida no meio como 2° escalão, mas que lhe serve de catapulta para desafios maiores. No ranking CMB figura na 6ª posição e na AMB como 7ª.

Acuña será uma grande prova, ultimamente Rosilette tem enfrentado adversárias de menor calibre – até pela dificuldade de encontrar lutadoras dispostas a lutar pelo baixo cachê que ganham no boxe feminino –. Sua meta é enfrentar a italiana Emanuele Pantani, dona do cetro do CMB.

Caso vença Acunã e se a luta for válida por seus cinturões, Rosilette conseguirá se tornar a primeira pugilista nascida no Brasil a conquistar um título mundial de 1ª divisão – Duda não nasceu aqui, mas representa o país e é tida como sérvio-brasileira, afinal somos um país de imigrantes –. Outro aspecto interessante será de certa forma vingar a luta entre Acuña e Salles.

Outro aspecto positivo que a vitória lhe trará é um grande nome em seu currículo, o que lhe conferirá confiança para voos maiores. Entrentanto, caso seja derrotada, o trabalho feito para alcançar os rankings será prejudicado e as suas chances mundialistas podem minguar.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Baby Face vence desafio internacional no Baby Barioni

William “Baby Face” Silva venceu o argentino Miguel Dario Lombardo (15-9-1, 6 KO's), ontem no tradicional ginásio paulistano Baby Barioni por decisão unânime em combate válido pela categoria dos leves que durou oito rounds.

Com o resultado de ontem o lutador paulistano de 24 anos avança invicto para 14 vitórias sendo 8 por nocaute. Sua carreira no profissionalismo iniciou há quatro anos atrás com uma vitória pela via rápida no 1° assalto.

O combate estava marcado para a semana anterior, mas pela ausência do portenho, Baby Face foi substituído por seu irmão Michel da Silva, o “Stuart Little” que superou Darly Pires por nocaute técnico.

“Baby Face”, assim como seu irmão Michel além de Marcelo Martelo, Pedro Otas, Patrick Teixeira e Raphael Zumbano são empresariados pela dupla Edu Mello e Sérgio Batarelli.

terça-feira, 13 de julho de 2010

Manny Pacquaio se prepara caso Mayweather Jr. não o encare

Manny Pacquiao / Reuters 2008


Cogitando a possibilidade de Floyd Mayweather Jr. não aceitar combatê-lo em novembro, o lutador filipino Manny Pacquiao, campeão meio médio OMB e o empresário Bob Arum planejam outras alternativas. O prazo para a resposta do americano “Pretty Boy” Floyd vai até sexta-feira.

No início de 2010 ambos eram cotados para serem protagonistas da luta mais esperada das últimas temporadas. Mas, Mayweather Jr fez pedido de testes antidoping surpresas de urina e sangue e “Pac-Man”, como é conhecido Pacquiao, não aceitou alegando que esse procedimento o deixaria fraco.

As opções conforme agentes de Pacquiao são uma revanche com o Portorriquenho Miguel Cotto, campeão médio-ligeiro AMB, que o filipino derrotou no passado ou lutar contra o mexicano Antonio Margarito que ficou suspenso por um ano por usar gesso líquido em suas bandagens na luta que perdeu para Shane Mosley.

Golden Boy Promotions suspensa de Nova York

Oscar de La Hoya / Ag. Internacionais 2008


A Comissão Atlética do Estado de Nova York suspenseu a licença da Golden Boy Promotions para fazer eventos durante 90 dias. A causa foi a falta de apresentação da documentação requerida após a vitória de Amir Khan sobre Paulie Malignaggi no dia 15 de maio.

A Comissão pede dados específicos sobre os combates e também os acordos feitos com os lutadores pela empresa de Oscar de La Hoya. O advogado de defesa Judd Burstein afirma que a papelada foi enviada na segunda-feira.

O jornalista da ESPN americana Dan Rafael aponta que essa medida pode fazer com que comissões de outros estados não aceitem eventos da Golden Boy até que a questão seja resolvida. A empresa promoverá neste mês lutas na Califórnia, Nevada e Porto Rico.

David Lourenço treina em Cuba para Jogos Olímpicos da Juventude

David Lourenço / Arquivo Pessoal


O 1° brasileiro campeão do mundo em boxe olímpico, David Lourenço da categoria 69 kg juvenil, está em Cuba desde o dia 10 treinando para os Jogos Olímpicos da Juventude de Singapura 2010. Nessa empreeitada participa também seu técnico Claudio Aires.

David passará 2 semanas nas terras de Teófilo Stevenson para afiar seus punhos com talentos locais. O jovem foi campeão mundial juvenil de boxe em maio deste ano em Baku, no Azerbaijão e conquistou algo que muitos não esperavam.

Rio de Janeiro será cidade sede do Pré-Olímpico

CBBOXE assina contrato pré-olímpico AIBA / Foto: CBBoxe


Foi divulgada ontem a vitória do Brasil para sediar a realização do Pré-Olímpico das Américas. A exposição dos países ocorreu entre os dias 9 a 12 deste mês, em Marrakech no Marrocos, e a AIBA escolheu o Rio de Janeiro para o evento de 2012.

Os outros continentes terão seus pré-olímpicos realizados nos seguintes locais:
Europa – Baku, Azerbaijão.
Ásia – Astana, Cazaquistão.
África – Casablanca, Marrocos.
Oceania – Austrália.

domingo, 11 de julho de 2010

Juanma toma susto mas mantém invecibilidade e título dos penas OMB

Juan Manuel Lopez (em pé) e Bernabe Concepcion - TOM CASINO SHOWTIME


Juan Manuel Lopez (29-0-0, 26 KO's), o Juanma, manteve a invencibilidade apesar de um susto que levou do filipino Bernabe Concepción (28-4-1, 15 KO's) no combate feito em San Juan, Porto Rico, país do boxeador vitorioso que defendeu seu título dos penas (57,1 kg) versão Organização Mundial de Boxe.

Juanma queria liquidar a fatura logo no começou e colocou Concepción na lona com apenas 1 minuto de apresentação, mas o filipino revidou com um contragolpe saindo das cordas e devolveu ao portorriquenho o knockdown.

A queda de Juanma no 1° assalto / Tom Casino


No 2° round Concepción encontrou com a lona duas vezes e o árbitro Luis Pabón interrompeu o embate dando vitória por nocaute técnico ao campeão da OMB dos penas, Juan Manuel Lopez. Sua próxima defesa será diante do mexicano Rafael Marquez, em 18 de setembro, no MGM de Las Vegas, Nevada, nos E.U.A.

Juanma comemora vitória sobre Concepcíon / Tom Casino