sábado, 30 de junho de 2012

Roy Jones Jr. se recupera de queda e vence por decisão dividida

Roy Jones Jr. / (foto: divulgação)

O veterano americano ex-campeão mundial em quatro categorias distintas Roy Jones Jr., 43, venceu luta de 10 rounds por decisão dividida tirando a invencibilidade do polonês Pawel Glazewski, 29, após sofrer uma queda. O combate se deu hoje na Atlas Arena, de Lodz, na Polônia nos pesos cruzadores (90,7 kg).

Conforme o site americano FightNews Jones Jr. (56-8-0, 40 KO's) dominou com golpes rápidos e precisos e se movimentava de maneira elegante até que Glazewski (17-1-0, 4 KO's), então número 9 do ranking do Conselho Mundial de Boxe, o acertou com um gancho de esquerda no 6º giro o levando ao solo.

Glazewski teve alguns bons assaltos depois da queda do rival, porém o periódico crê que Roy deu bons golpes no 10º giro o que lhe garantiu a vitória. Duas papeletas deram 96-93, 96-94 para Jones e outra viu 95-94 para Glazewski.

Numa das preliminares o americano ex-campeão mundial dos leves (61,2 kg) Nate Campbell (36-9-1, 26 KO's) venceu por decisão unânime após 8 rounds o polonês Krzysztof Szot (16-3-1, 5 KO's). Aos 40 anos o "Galaxxy Warrior" foi mais eficiente conforme o FightNews.

Fonte: FightNews


Lino Barros vence Gaspar em São Paulo

Laudelino Barros / (foto: Palmeiras Divulgação)

Conforme o site boxrec o cruzador (90,7 kg) Laudelino Barros, 35, venceu Julio Cesar "Gaspar" dos Santos, 34, por decisão majoritária, quando dois jurados dão vitória e o terceiro empate. Portanto "Lino" é o novo campeão latino da Organização Mundial de Boxe (OMB).

O supermédio (76,2 kg) Everaldo Praxedes bateu por nocaute no 2º giro Joselito dos Santos.

O pesado brasileiro George Arias bateu por nocaute técnico o paraguaio Cesar Estigarribia Canete. E o brasileiro Irineu Beato Costa Jr., o "Negro Tei", também brasileiro superou por nocaute também no round inicial o argentino Juan Orlando Toloza.

Fonte: Boxrec


Rosilete dos Santos mantém cinta WIBA

Rosilete dos Santos / (foto: Daniel Castellano - Gazeta do Povo)

A brasileira Rosilete dos Santos, 37, manteve suas cintas supermosca da WIBA (Associação Internacional de Boxe Feminino) e da WPC (Comissão Mundial de Pugilismo) - entidade menor - diante da uruguaia residente no Paraguai Maria Jose Nuñez, 38, em combate efetuado na noite de sexta-feira em São José dos Pinhais, Paraná, Brasil.

Nuñez (11-10-0, 9 KO's) conseguiu uma queda no 1º assalto com um cruzado de direita, próximo do desfecho do assalto. Rosilete (27-5-0, 14 KO's) regressou e a luta foi equilibrada no 2º e 3º round.

A campeã entrou no ritmo no 4º giro e encaixou duros golpes, a rival partiu para o clinch no 6º giro efetuando um anti-jogo e minando as possibilidades de sequências da brasileira. "Estou gripada há 15 dias e sabia que não aguentaria todos assaltos", explica a desafiante sobre o fato de evitar um ritmo mais intenso.

No 9º assalto Nuñez abaixa e o árbitro lhe abre contagem. "Me cansei e precisei respirar para terminar o combate", apontou após o embate. A vitória de Rosilete veio por decisão unânime, a rival que é derrotada pela segunda vez crê que não a vitória não seria pela margem de pontos indicadas.

Rosilete dos Santos e seu técnico, o ex-campeão mundial Miguel de Oliveira, esperavam que Nuñez viesse com algo novo para a revanche e esta "surpresa" aconteceu com o knockdown imposto no primeiro round, no decorrer do combate a paranaense foi mais contundente.

Nota do Editor: O jornalista viajou por cortesia da organização do evento

quinta-feira, 28 de junho de 2012

15 anos da mordida

Reprodução

Lino e Gaspar pesam 90,5 kg

 Gaspar (esq.) e Lino (dir.) / (Foto: Fabio Menotti / Palmeiras / Divulgação)

Julio Cesar "Gaspar" dos Santos, 34, e Laudelino Barros, 35, participaram da pesagem para o seu confronto de amanhã na categoria dos cruzadores (90,7 kg) válido pelo cinturão latino da Organização Mundial de Boxe (OMB) no Centro de Treinamento do Palmeiras, São Paulo. Ambos acusaram 90,5 kg na balança onde será efetuado o embate.

Gaspar (21-0-0, 19 KO's), forte e invicto pegador defende sua coroa e terá em Lino seu maior oponente. Treina no Centro de Treinamento de Santana do Parnaíba, regido por Eduardo Mello Peixoto. É 14º do ranking geral da Organização Mundial de Boxe (OMB).

Barros (35-2-0, 30 KO's) já foi dono do cinturão, o perdeu por inatividade, o que promoveu o rival então campeão interino para regular, e agora busca reconquistar o trono em casa. É 4º do ranking geral da Associação Mundial de Boxe (AMB) e 13º da OMB.

 Gaspar (esq.) e Lino (dir.) / (Foto: Fabio Menotti / Palmeiras / Divulgação)

Blog de Daniel Fucs retorna logo

Daniel Fucs / (foto: divulgação)

"Devido à troca de plataforma dos blogs Globosat, fiquei temporariamente fora do ar. Espero em 48 horas voltar aos meus comentários.", a mensagem foi postada hoje no blog do comentarista de boxe Daniel Fucs em seu espaço na área Combate do portal Globo.com.

Vídeo Claudinei "Casca" Lacerda x Eduard Troyanovski


Vídeo do canal POCCNR2

No dia 20 de junho, o superleve (63,5 kg) brasileiro Claudinei Lacerda (14-4-0, 10 KO's), 32, perdeu por nocaute técnico no 10º round em seu combate na arena CSKA de Moscou na Rússia diante do local Eduard Troyanovski (11-0-0, 8 KO's), 32. O árbitro interrompeu aos dois minutos e cinquenta segundos após sequência de golpes.

No mesmo dia o paulistano Fábio Garrido perdeu em 39 segundos para o russo Grigory Drozd na categoria dos cruzadores (90,7 kg). Caso alguém possua o vídeo, por favor enviar.

Jogos Regionais de Caraguatatuba terá boxe olímpico

Erica Matos (dir.) da seleção nacional em ação / (foto: CBBoxe)

O Boxe Olímpico será disputado como MODALIDADE EXTRA, nos 56º Jogos Regionais do Interior Caraguatatuba 2012 nos dias 19, 20 e 21 de julho de 2012.

Data Limite para inscrições: 10 de julho 2012

As competições serão realizadas no Ginásio de Esportes Jorge Burihan
Avenida Marginal Ipiranga, 17.
Bairro Olaria, Caraguatatuba, São Paulo.
Informações: 

(12) 9124-4432 - Adilson Araujo
jacareiboxeclub@hotmail.com

Colaborou Suelen Souza

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Teaser do documentário sobre Servílio de Oliveira



Vídeo: Petrobras 

O documentário A Luta Continua conta a história do único medalhista olímpico do boxe brasileiro, o paulistano Servílio de Oliveira que conquistou o bronze nos Jogos do México em 1968 e teve como técnico o falecido Sr. Antônio Carollo.

O filme traz arquivos de imagem de Servílio e tem representações de seus combates e vida pessoal. O trabalho da produtora Debasé Filmes é dirigido por Renata Sette Aguilar e teve participação dos irmãos Breno e Leonardo Macedo. O filme faz parte de uma série que conta com apoio da Petrobrás em parceria com a ESPN e fala de grandes esportistas nacionais.

Para conferir a entrevista de Renata Sette Aguillar no site Memória do Esporte Olímpico Brasileiro clique aqui.

Falece Kaled Curi, figura influente do boxe brasileiro

Sebastião Ladislau (esq.) e Kaled Curi (dir.) em 1955 / (foto: reprodução)

Por Sidnei Dal Rovere*


Faleceu Kaled Curi uma das pessoas mais importante do boxe brasileiro de todos os tempos, foi campeão brasileiro como boxeador amador, campeão brasileiro como profissional no período onde tínhamos os melhores pesos leves simultaneamente, tínhamos Pedro Galasso, Ralph Benedicto Zumbano, Sebastião Ladislau (Gibi), Romeu Barbosa e ele, Kaled Curi.

 Ávila Machado, Kaled Curi e Walter Abrahão em 08/06/1958 / (foto: reprodução)


Foi grande jornalista, escreveu durante muitos anos no jornal Diário Popular a coluna, "Na Onda Quente do Boxe", foi empresário e promotor de boxe, cuidou na última fase da carreira do Eder Jofre. Está sendo velado no cemitério do Araçá, onde será sepultado às 16h.


divulgação



*Sidnei Dal Rovere foi pugilista um dos últimos destaques treinados por Kid Jofre entre os amadores, como profissional se destacou e enfrentou o sul-africano membro do Hall da Fama Azumah Nelson, há décadas vem atuando como professor e comentarista além de ser o atual mantenedor do acervo de fotos e matérias de Kaled Curi.

Ex-marido de Christy Martin pega 25 anos

James Martin no tribunal em 2010 durante o julgamento / (foto: reprodução)

A Justiça americana condenou na terça-feira Jim Martin, ex-marido da pugilista Christy Martin, 44, à pena de 25 anos de prisão por tentativa de homicídio contra a ex-companheira em novembro de 2010. No período, Jim Martin teve comportamento agressivo ao descobrir que sua companheira era homossexual.

Foram três facadas e um tiro que vitimizaram Christy na residência do casal, a atleta conseguiu ir até a rua e pedir socorro para um motorista. Ficou hospitalizada, porém saiu em boas condições e voltará aos ringues para um último embate em agosto contra Mia St. John, também ex-campeã e pioneira do boxe feminino.

"Desde o início (do relacionamento) estive ao seu lado, sua família e outros que sustentava. Como me pagou por isto? Deixando para morrer num quarto!", desabafou a pugilista após ser proferida a pena de 25 anos, a mínima obrigatória pelo crime de Jim. "Ele pensou que estava morta, então me deixou lá e foi tomar banho".

Sherry Jo Lusk, companheira da atleta revelou que Christy voltará a usar o nome de solteira, Salter, e que sofre pesadelos com o ex-marido. A luta com St. John foi adiada devido traumas sofridos neste episódio. O advogado que representa Jim afirma que seu cliente agiu em auto defesa.

Fonte: USA Today

terça-feira, 26 de junho de 2012

Muhammad Ali será escolhido Rei do Boxe pelo CMB

Muhammad Ali / (arte de Andy Warhol)

Muhammad Ali, 70, será escolhido Rei do Boxe pelo Conselho Mundial de Boxe (CMB) durante cerimônia em dezembro no México, no 50º aniversário do grupo, conforme o mexicano José Sulaimán para a Agência EFE.

Para ler mais clique aqui e vá para o site do Terra com informações da EFE.

Entrevista com Beibut Shumenov

Beibut Shumenov / (foto: divulgação)

O cazaque Beibut Shumenov, 28, entrou para história do boxe no dia 29 de janeiro de 2010 quando venceu por decisão dividida o espanhol Gabriel Campillo e obteve o cinturão dos meio-pesados (79,4 kg) da Associação Mundial de Boxe (AMB) em revanche de luta perdida também por decisão dividida.

Além da cinta obtida bateu o recorde de 15 lutas para se tornar campeão do americano Jeff Harding pela categoria, precisando apenas de 9 lutas contando a da conquista. Em entrevista ao Córner do Leão, o campeão mundial Shumenov  (13-1-0, 8 KO's) fala sobre o começo no boxe, a decepção no amadorismo, o recorde quebrado e sobre seus possíveis rivais.

Como foi seu início no boxe?

Minha primeira inspiração foi assistindo lutas de Mike Tyson na televisão e então comecei a boxear em 1996.

Você disputou os Jogos Olímpicos de 2004 em Atenas, Grécia. O que sentiu quando não pode conquistar uma medalha olímpica?

Estava muito orgulhoso por representar meu país nas Olímpiadas e não ter vencido foi um período extremamente estressante em minha vida.

Você tem o recorde de ser o homem que conquistou o cinturão dos meio-pesados com o menor número de lutas. O que pode dizer disto?

Nunca pensei sobre isto e nunca tentei bater qualquer recorde, eu apenas queria enfrentar os melhores do mundo.

Você sentiu algum tipo de surpresa ao obter uma chance pela coroa em curto espaço de tempo?

Eu realmente me senti surpreendido.

Você considera dar uma oportunidade de terceiro combate ao espanhol Gabriel Campillo?

Claro, mas seria melhor se ele conquistasse o título de outra organização e então poderíamos fazer uma unificação de coroas.

Além de você a divisão dos meio-pesados tem como campeões o britânico Nathan Cleverly da Organização Mundial de Boxe, o americano Chad Dawson pelo Conselho Mundial de Boxe (CMB) e também americano Tavoris Cloud pela Federação Internacional de Boxe (FIB). O que pode dizer deste trio? Quem considera o mais perigoso?

Todos são grandes pugilistas e todos são perigosos.

O principal nome brasileiro na divisão é Marcus Vinícius de Oliveira que é número 10 da OMB. Sabe algo sobre ele?

Sinceramente não sei muito dele. Ele teria de estar ranqueado entre os 15 primeiros da AMB para que eu considere lhe dar uma chance para ser desafiante ao título.


Globo Esporte do Paraná fala da defesa de cinturão de Rosilete

Rosilete dos Santos / (foto: Leilane Pereira / Fotografias)

O programa Globo Esporte da filial da Rede Globo no Paraná deu atenção para a pugilista supermosca (52,2 kg) brasileira Rosilete dos Santos, 35, que defenderá o cinturão da categoria pela WIBA (Associação Internacional de Boxe Feminino) diante da paraguaia Maria Jose Nuñez, 38, em São José dos Pinhais, próximo a Curitiba.

Rosilete (26-5-0, 14 KO's) já superou Maria Jose Nuñez (11-9-0, 9 KO's) por decisão unânime em 2011. A paranaense crê que a rival paraguaia surgirá com novas armas em seu arsenal, não é um pugilista do mesmo nível, mas a campeã mundial perdeu patrocínio importante, o que inviabilizou a oportunidade de trazer rival de maior peso. No combate Rosilete também defenderá a coroa da WPC (Comissão Mundial de Pugilismo), entidade de menor porte.

Para assistir a matéria do Globo Esporte clique aqui.

O lado lúdico da nobre arte



No vídeo acima dois ex-campeões mundiais, o brasileiro Eder Jofre, 76, e o saudoso nicaraguense Alexis Arguello fazem uma sessão de sparring entre amigos que conta com o também lendário treinador americano Angelo Dundee, um verdadeiro presente para a plateia e uma mostra de como o boxe pode ser sociável e divertido.*

*Nota do Córner: Se souberem a data e local desta reunião por favor compartilhem este dado.

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Chamada para Lino Barros x Gaspar

Blog reflete sobre as relações entre arte e boxe

reprodução

O blog Arte Nobre Arte traz reflexões sobre as relações entre o pugilismo e o meio artístico seja no cinema, música, livros e até mesmo publicidade, ou seja, uma visão que encontra alguns artigos deste espaço, o lado humano do boxe.

De layout simples e postagens de leitura inteligente agrega outros valores pouco vistos a um esporte de história farta e consequentemente atrai novo público e respeita os entusiastas de longa data.

"Explicar através destas representações como que um esporte tão único pode ser chamado de A Nobre Arte!" Para acessar Arte Nobre Arte clique aqui.

Conheça o Ex-Maguila











A revista GQ (Gentlemen's Quarterly) é uma publicação de respaldo mundial e referência em assuntos do universo masculino transitando por esporte, estilo, moda, cultura, tecnologia, gastronomia, cultura, viagens e sexo.

Publica no Brasil pela editora Abril, a revista tem a campanha publicitária pela agência Lew’Lara\TBWA e as peças com o ex-pugilista Maguila, nome de peso no cenário sul-americano nos anos 1980/1990, estão na internet, TV e veículos impressos.

domingo, 24 de junho de 2012

Lino Barros recebe estímulo de Mike Tyson

Lino Barros (esq.) e Mike Tyson (dir.) / (foto: arquivo pessoal)

o brasileiro Laudelino "Lino" Barros, 35, recebeu neste final de semana uma ligação estimulante para seu embate contra o também cruzador (90,7 kg) Julio Cesar "Gaspar" dos Santos, 34, na próxima sexta-feira dia 24. Do outro lado da linha estava seu ídolo e amigo pessoal Mike Tyson, 45, dos EUA.

"Falei com o campeão né, o champ, e é muito bom receber uma ligação dele nestas horas, dá animo", declara Lino (35-2-0, 30 KO's). O sul-mato-grossense esperava a vinda do português Mario Costa, dono da casa aonde fica a criação de pombos de Tyson, para vir ao seu combate, porém o europeu residente nos EUA está com problemas de saúde na família, portanto impossibilitado de vir ao Brasil.

Mário Costa (esq.) e Lino Barros (dir.) / (foto: arquivo pessoal)

Além de cuidar dos pombos quando o ex-campeão dos pesados não está, Costa recebe lutadores na residência que tem um espaço de treinos. Tyson quando visita vai ver os pombos, porém raramente assistia os treinos de pugilistas, Costa conta que uma exceção é Lino que "Iron" Mike chama de "o cara mau", pelo estilo e pegada.

Apesar de ser "o cara mau", do outro lado do ringue no Centro de Treinamento do Palmeiras no dia 29 não estará nenhum coroinha de paróquia. Gaspar (21-0-0, 19 KO's), que defenderá o trono de campeão latino da Organização Mundial de Boxe (OMB), invicto e dono de forte pegada. Será um confronto da técnica de Lino frente a força de Gaspar e vem sendo chamado de "a luta do ano" no Brasil.


Holyfield conversa com Álvaro Garnero no 50 por 1

Vídeo da Rede Record (fonte: Portal R7)

Lucas Matthysse nocauteia Humberto Soto no 5º giro

Lucas Matthysse (esq.) e Humberto Soto (dir.) / (foto: Big Joe Miranda)

O superleve (63,5 kg) Lucas Matthysse, 29, obteve um nocaute técnico no 5º giro sobre o ex-campeão mundial em três divisões de peso Humberto "Zorrita" Soto, 32, do México em batalha no Staples Center de Los Angeles, na Califórnia, nos EUA.

Matthysse (31-2-0, 29 KO's) que teve suas duas derrotas quando lutou nos EUA, dessa vez não esperou contar com os jurados derrubando Zorrita com forte pegada e o incapacitando de prosseguir conforme o FightNews.

Soto (58-8-2, 34 KO's), ex-campeão dos penas, superpenas e leves estava em rota de buscar sua quarta coroa mundial em nova categoria, já enfrentara e vencido dois sul-americanos antes de Matthysse, os brasileiros Adaílton "Precipício" de Jesus e Claudinei "Casca" Lacerda.

Fonte: FightNews

Lucas Matthysse (em pé) e Humberto Soto (solo) / (foto: Big Joe Miranda)


Lopez faz Ortiz desistir após 9 rounds

Josesito Lopez (esq.) e Victor Ortiz (dir.) / (foto: Big Joe Miranda)

Josesito Lopez, 27, ex-superleve (63,5 kg) subiu para os meio-médios (66,7 kg) e surpreendeu ao fazer o ex-campeão da categoria pelo Conselho Mundial de Boxe (CMB), o americano Victor "Vicious" Ortiz, 25, desistir da luta após cinco rounds na noite de sábado no Staples Center, em Los Angeles, Califórnia, nos EUA.

O site FightNews define como "um duro embate com atividade de de ambos lados". Para os repórteres Francisco Salazar e Rocco Morales, Lopez (30-4-0, 18 KO's) crescia conforme a batalha avançava. Ortiz (29-4-2, 22 KO's) abandonou em seu córner após o nono round citando a possibilidade de ter fraturado a mandíbula.

Ortiz era apontado como favorito e com a derrota, Lopez acaba com suas chances de lutar no pay-per-view do dia 15 de setembro contra o campeão supermeio-médio (69,9 kg) do CMB, o mexicano Saúl "Canelo" Álvarez, em Las Vegas. No momento da interrupção Ortiz estava na frente pelas papeletas com 86-85,  87-84 e 88-83.

Fonte: FightNews

sábado, 23 de junho de 2012

Lino Barros x Gaspar tem card inicial revelado

divulgação

Na próxima sexta-feira (29/06) os cruzadores Julio Cesar "Gaspar" dos Santos, 34, e Laudelino Barros, 35, farão a chamada "luta do ano" na Sociedade Esportiva Palmeiras, na capital de São Paulo Brasil. O evento teve o pôster com as preliminares divulgado.

Lino Barros (35-2-0, 30 KO's) 5º do ranking da Associação Mundial de Boxe (AMB) e 13º da Organização Mundial de Boxe (OMB) é lutador do Palmeiras e vem se preparando com a equipe ao lado de seu técnico Francisco "Paco" Garcia, com o qual trabalhou no amadorismo.

Gaspar (21-0-0, 19 KO's) é o atual campeão latino da OMB e 14º do ranking da entidade. Dono de forte pegada está invicto, treina com a equipe de Santana do Parnaíba, interior paulista, mantida por Eduardo Mello Peixoto que tem como treinador Edson "Xuxa" do Nascimento e os pugilistas Patrick Teixeira e Marcelo "Martelo" Nascimento.

George Arias (50-11-0, 36 KO's), apontado por críticos como o principal nome entre os pesados brasileiros e até sul-americanos, dono de fechada guarda, treinada com esforço por seu pai Santo Arias presente em seu córner, fará uma das lutas contra Cesar Estigarribia Canete (7-0-0, 6 KO's) do Paraguai, oponente que não está em seu nível, mas o pugilista tem tentado rivais de maior expressão, porém muitos o evitam ou pedem bolsas maiores do que permite a realidade brasileira.

O brasileiro Irineu Beato Costa Jr., o "Negro Tei", (10-0-0, 9 KO's) pega o argentino Juan Orlando "El Negro" Toroza (4-4-0, 3 KO's) na categoria dos pesados. Negro Tei também é membro da equipe de Eduardo Mello Peixoto e atual campeão interino latino do Conselho Mundial de Boxe (CMB). 

O supermédio (76,2 kg) paulista Everaldo Praxedes (8-0-1, 3 KO's) encara o baiano Joselito dos Santos (6-3-0, 6 KO's).

WSB na SporTV

Reprodução

O canal SporTV apresentará na 0h30 da madrugada de sábado para domingo após o programa Sensei as cinco lutais finais da WSB World Series of Boxing que faz parte da AIBA e há dois anos vem realizando boxe profissional com atletas olímpicos sem impedi-los de lutar no amadorismo. Os embates têm comentários de Daniel Fucs.

Tarver responde sobre teste positivo de esteroides

Antonio Tarver / (foto: HBO)

Após matéria sexta-feira (22/06) de Dan Rafael da ESPN na qual representantes do boxeador nigeriano Lateef Kayode, 29, e a Comissão Atlética do Estado da Califórnia declararem que o ex-campeão mundial dos pesados Antonio Tarver, 43, dos EUA ter resultado positivo para o esteroide anabólico drostanolona, o veterano liberou a seguinte declaração:

"As notícias de hoje sobre um falso resultado positivo me pegaram de surpresa, assim como minha família e meus fãs ficaram surpreendidos. Peço desculpas pelo envergonhamento causado. Vou apelar e apresentar para a Comissão da Califórnia tudo que consumi antes do dia 2 de junho que poderia causar este erro acidental.


Sempre fui defensor pelo esporte limpo e advogo por exames mais rigorosos no boxe... Estou confiante que meus fãs irão ver que em nenhum momento tentei obter vantagens injustas ou ilegais para minha performance".


Fonte: ESPN.com

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Vídeo da campanha Core Values de Louis Vuitton com Muhammad Ali

Tarver testa positivo para esteroides

Antonio Tarver / (foto: reprodução)

O cruzador (90,7 kg) americano Antonio Tarver, 43, teve resultado positivo para o esteroide anabólico drostanolona em um exame de urina pré-luta conduzido pela Comissão Atlética do Estado da Califórnia para seu embate do dia 2 deste mês contra o nigeriano Lateef Kayode, 29, conforme relata Steve Feder, empresário do nigeriano ao repórter Dan Rafael da ESPN americana.

Tarver, ex-campeão mundial meio-pesado, empatou com Kayode após 12 rounds em combate efetuado na Califórnia. George Dodd, representante da comissão californiana confirma o resultado do exame para a ESPN.

A  comissão suspendeu Tarver e o multou em US$ 2;500 (R$ 5.150). O pugilista recebeu US$ 1 milhão (R$ 2,060 mi) pela luta.

Feder afirma que Che Guevara, o inspetor chefe da comissão da Califórnia, o chamou na quarta-feira para avisá-lo que o teste de Kayode não apresentou problemas, porém o de Tarver havia dado positivo.

Dodd afirma que tanto Tarver como Kayode deram amostras na véspera da avaliação de presença de esteroides no organismo. Ambos deram uma segunda amostra após o combate na noite seguinte para verificar uso de drogas como cocaína e maconha.

Dodd aponta que o resultado de Tarver vem da amostra "A". Porém o pugilista pode recorrer a suspensão e pedir o resultado da "B", porém esta não desmente a anterior.

Já é o terceiro caso de anabolizantes entre pugilistas de elite confirmado em menos de dois meses. O superleve (63,5 kg) americano Lamont Petersou testou positivo para testosterona sintética causando o cancelamento de sua revanche com o ex-dono dos cinturões da Associação Mundial de Boxe (AMB) e Federação Internacional de Boxe (FIB) no dia 19 de maio, a primeira luta foi regada de controvérsias.

Andre Berto, 28, testou positivo para o esteroide norandrosterona no último mês forçando o cancelamento de sua revanche com o ex-campeão dos meio-médios (66,7 kg) Victor Ortiz que seria neste sábado em Los Angeles. Como substituto o evento escolheu Josesito Lopez.

"Ironicamente, Tarver será comentarista do evento da Showtime. A rede de comunicação não decidiu ainda se ele permanecerá na transmissão", aponta Dan Rafael em seu texto. O porta-voz da Showtime, Chris DeBlasio, afirma que sua empresa não tem comentários sobre a situação até o momento.

Tarver foi medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Atlanta em 1996, já venceu Roy Jones Jr. numa "melhor de três", inclusive o nocauteando no 2º assalto em 2004 para faturar seu cinturão. Em 2006 atuou no filme Rocky Balboa como Mason "The Line" Dixon, antagonista do personagem interpretado por Sylvester Stallone.


Fonte: ESPN.com

Por ser rico não pode boxear?

Michael Oliveira / (foto: divulgação)

Artigo de opinião

Há uma incoerência no discurso de alguns que excluem Michael Oliveira entre o meio dos pugilistas. Enquanto o veem com maus olhos por ser rico reclamam que a área carece de investimentos, entretanto a renda patrocinadora se não for pública é proveniente do setor privado.

É como se o rico não pudesse boxear, mas apenas assistir e patrocinar. Ainda assim mesmo se o lutador não apresentar o progresso esperado não poderá ser criticado, afinal "nunca subiu num ringue". Com tal mentalidade é difícil atrair possíveis investidores.

Michael aparece na mídia, em seus carros e viagens, porém mesmo tendo um comportamento que ofende alguns conseguiu junto ao seu pai, Carlos Oliveira, levar o boxe brasileiro para a televisão. Teve as ferramentas à sua disposição e fez sua vontade.

Popó ao participar do embate também faz parte deste processo tanto que hoje aparece em programas televisivos. Do trio de protagonistas se tornou o maior destaque, o que é plausível dado seu currículo maior e nome internacional firmado.

Dos alicerces de Michael e Carlos

"Quem não lança os alicerces primeiro, poderia com uma grande virtude estabelecê-los depois, ainda que fossem feitos com dificuldades para o arquiteto e perigo para o edifício", Maquiavel, filósofo italiano pensador pioneiro da Ciência Política moderna em sua obra prima O Príncipe (1532).

O jovem pugilista brasileiro radicado em Miami não lançou os "alicerces" ao deixar de trabalhar a base do boxe amador quando criança ou adolescente, o que se reflete em sua jornada, tanto que seu esforço para crescer precisa ser maior. Por outro lado o investimento do pai lhe permite boas condições e os eventos abrigam lutas de outros pugilistas.

Outro "alicerce" que não teve foi o fato de não crescer no Brasil, o que gera preconceito por alguns e uma necessidade de Michael em se adaptar a cultura local, o que vem tentando conforme exibido por matérias transmitidas.

Porém, Michael assumiu um embate duro quando desafiou Popó e busca outro combate quando pede revanche ao homem que o nocauteou no 9º assalto na noite de 2 de junho deste ano em Punta Del Este, Uruguai, a apresentação foi transmitida para todo Brasil, e agora o novo encontro será no Ibirapuera, São Paulo.

Ao enfrentar Popó, Michael tem ao menos o mérito de buscar luta de verdade e não um encontro com alguém de cartel duvidoso ou servir de escada em solo estrangeiro. Michael tem seus defeitos, como todos os homens, porém é interessante olhar um pouco além do perfil de playboy, característica que por si só não é errônea, e apontar outros aspectos de sua personalidade.



Eriberto Leão se prepara com Raff Giglio para viver lutador em novela

 Raff Giglio (esq.) e Eriberto Leão (dir.) / (foto: Reprodução)

O ator Eriberto Leão vem se preparando no Vidigal, Rio de Janeiro, com o professor Raff Giglio para encarnar Ulisses na nova versão de Guerra dos Sexos a ser transmitida pela TV Globo.

Leão interpretará um carregador de volumes no comércio carioca que ambiciona ser lutador de MMA, a atração terá direção de Silvio de Abreu. Além do boxe com Giglio, o ator pratica jiu-jítsu e muay thai.

Na versão de 1984, Ulisses da Silva era um boxeador encarnado por José Mayer. A transferência de boxe para MMA reflete os tempos atuais no Brasil, mas o treinamento de Leão com Giglio valoriza a nobre arte e o trabalho do instrutor que ajuda a população carente do Vidigal e realmente produz campeões.

Na coluna de Patricia Kogut em texto de Florença Mazza, Leão explica que a convivência com os rapazes mostra a realidade de quem equilibra treinos com outros trabalhos e não perde as esperanças em sonhos dignos.

 José Mayer como Ulisses da Silva / (foto: reprodução)

Fonte: Patricia Kogut


Via Wellington Lisboa - Facebook

O Fim está próximo

The End Is Nigh / (ilustração de Dave Gibbons na graphic novel Watchmen 1986)

Popó no Agora é Tarde


Vídeo da TV Bandeirantes

Ontem Popó participou do Agora é Tarde de Danilo Gentili transmitido pela TV Bandeirantes. Assista a entrevista acima.

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Popó revela ter aceitado pedido de revanche de Michael

Popó (em pé) e Michael Oliveira (solo) / (imagem: reprodução)

O deputado Acelino "Popó" Freitas, 36, revelou para o apresentador Danilo Gentili do programa Agora é Tarde da TV Bandeirantes, em primeira mão, que aceita o pedido de revanche de Michael Oliveira, 22, o qual derrotou no dia 2 de junho com nocaute no 9º giro.

A entrevista será exibida daqui algumas horas na madrugada de quinta-feira para sexta-feira.

Fonte: UOL

Via Caio Favaretto - Facebook

Opiniões sobre Lino Barros x Gaspar

Divulgação

A luta entre Laudelino "Lino" Barros, 35, e Julio Cesar "Gaspar" dos Santos, 34, tem mobilizado a comunidade do boxe. Ambos se encontrarão no dia 29 deste mês no Centro de Treinamentos do Palmeiras na Capital Paulista.

Barros (35-2-0, 30 KO's) luta em casa em busca do cinturão latino da Organização Mundial de Boxe (OMB) que já foi seu, porém perdeu por não defendê-lo em tempo hábil. O sul-mato-grossense é 5º do ranking geral da Associação Mundial de Boxe (AMB) e 13º da Organização Mundial de Boxe (OMB).

Gaspar (21-0-0, 19 KO's) atual dono da cinta, era campeão interino e recebeu a versão "regular" após Lino não efetuar a defesa. Seu empresário Eduardo Mello aposta em sua pegada contra a técnica de Barros e na sua capacidade de manter a invencibilidade.

Abaixo opiniões de personalidades do meio pugilístico variando de atletas, treinadores e comentaristas:

"Olha, falam tanto que o boxe do Brasil está em baixa, mas estamos tento várias lutas de bom nível nos últimos tempos. Lino x Gaspar acredito que será mais uma. Os dois têm mais ou menos a mesma idade, mas acho Lino mais experiente. Acredito em um combate tenso no início. Quem conseguir colocar os nervos no lugar primeiro vai vencer. Eu acredito numa vitória do Lino. E por nocaute. Mas não será fácil." - Wilson Baldini, comentarista esportivo do Estado de S. Paulo.

"Gaspar prá mim é o favorito. Acho que a trajetória dele é ascendente. O Lino já teve altos e baixos. Claro que será uma grande luta na qual tudo poderá acontecer." - Jorge Luiz Tourinho, cronista esportivo do site Liga Paulista de Boxe.

"Na minha opinião penso que deve dar Laudelino Barros. Ele é mais boxeador e além disso, possui muito mais experiência." - Servílio de Oliveira, empresário responsável pela condução de Sertão ao título mundial dos penas (FIB) em 2006 e único brasileiro dono de medalha olímpica no boxe, bronze México 1968.

"Meu voto é para Barros, creio que são carreiras similares, mas Barros enfrentou oponentes mais difíceis." - Henrique Abellá, cronista esportivo do site Boxeo Uruguayo.

"Acho um lutão, sou suspeito a falar por que sou mais amigo do Lino, ele já dormiu em casa muitas vezes, passamos momentos de amizade nessa vida, já o Gaspar gosto muito dele, e sei que é um ótimo lutador. Os dois têm futuro fora do Brasil, sem exagerar, digo até um titulo mundial. O lino boxeia mais e o gaspar briga mais. Nessa luta, sabendo o quanto o gaspar é bom, e o lino um tempo parado de lutar, dou 60% de chances pro Lino vencer essa luta e 40% para o Gaspar, mas tudo pode acontecer, minha opnião é essa." - Fábio Maldonado, lutador de MMA pelo UFC e pugilista.

"Eu vou torcer para meu amigo Gaspar, por que estreamos na Forja dos Campeões juntos, conheço a família dele e ele sempre foi um amigo fiel a mim." - Marcus Vinícius de Oliveira, o "Ratinho", campeão latino meio-pesado da OMB e contratado de Don King.

"Essa luta será um combate bem disputado, porém pela força que tem o o peso da luta e pela carreira que teve o lino no amadorismo internacionalmente e no boxe profissional acostumado com grandes lutas creio eu que ela vá mais confiante e cadenciado para esse combate. E leva esse combate." - Washington Silva, ex-membro da seleção olímpica nacional e mantenedor de projetos sociais que trabalham o boxe como ferramenta de inclusão social.

"Acredito que o Lino tem um boxe muito mais afinado do que o Gaspar pelo o que tenho visto. Sei que o Gaspar é pegador, mas assisti a luta dele anos atrás quando lutou aqui em Las Vegas e foi terrível. Analisando tecnicamente, ele não tem condições de ganhar do Lino, porém digo uma coisa, tudo pode acontecer em uma luta de boxe onde se pode ganhar todos os rounds e no final, tomar um soco e acabar perdendo por nocaute então, todo cuidado é pouco." - Marcelino Novaes, ex-membro da seleção de amadores do Brasil tendo competido como peso-pesado.

"Lino, com certeza é favorito. Mais experiente, se mantiver a vontade de ser campeão que sempre teve, vence qualquer um no Brasil, e se derem oportunidade, é um lutador respeitável lá fora." - Daniel Leal, jornalista do site Round 13, pioneiro na cobertura de boxe na rede.

"Eu acredito em Lino Barros, está treinado, tem experiência só que na categoria uma mão define a luta". - Juan Diaz, técnico argentino com trabalho no Brasil e ex-pugilista.

"É uma luta interessante, acredito que a tarimba do Lino fará a diferença. Já lutou em todo lugar do mundo contra todo tipo de lutadores quando representou a seleção Brasileira. E quanto profissional, chegou a uma ótima colocação no ranking. O Gaspar tem uma mão pesada, mas sinceramente não acredito que o Lino dê chance para essa mão entrar. Sou amigo dos dois e torço principalmente pra que nenhum deles se machuque seriamente." - Ivan Oliveira, o "Pitu", técnico que esteve com Sertão na conquista do mundial de penas da FIB e atual treinador de Jackson Jr. e de boxe do lutador de MMA Daniel Sarafian.

"Gaspar é um grande lutador muito técnico, mas Lino tem mais experiência como amador e profissional." - Kelson Pinto, ex-membro da seleção brasileira, enfrentou Miguel Cotto por título mundial e hoje atua como treinador de pugilismo com lutadores de boxe e MMA.

"Difícil definir o que pode ser desse combate, mas torço pelo Gaspar. Porém tambem sou amigo do Lino Barros. Com certeza será o melhor do ano esse combate e eu vou estar lá pode crer." - Adaílton "Precipício" de Jesus, ex-pugilista com carreira internacional e atualmente técnico de boxe.

"Eu acho que a vitoria será do Lino Barros mas com certeza sera uma luta equilibrada o Lino tem mais experiência e isso vai pesar." - Macaris do Livramento, ex-pugilista e hoje empresário (e marido) de Rosilete dos Santos, campeã mundial supermosca pela WIBA.

"Gaspar vai matar lino parceiro por eu acredito nele na vitória ou na derrota" - Josenilson Santos, o "Jô", pugilista.

"Os dois são dois animais! O Lino é mais experiente e o Gaspar está invicto... Sou um cara decidido mas dessa vez ta difícil. Numa luta de ponta como essa, boxe é cabeça e coração, quem dominar tudo isso leva a cinta!" - Vicor Haygert, técnico esteve no córner de Adonísio "Negreti" Reges quando este ganhou o cinturão Internacional da AMB em abril na Itália.

"Acredito que o Lino leva mais essa por ser mais experiente." - André Luiz França, announcer de lutas de boxe brasileiro.

"Gosto dos dois mas o Lino é favorito pela técnica e a forte base olímpica." - Marcelo Ferraz, presidente da Aproboxe.

"Grande combate entre dois grandes pugilistas! Creio na vitória do Lino pela vasta experiencia, qualidade técnica e poder de punch. Os técnicos Francisco Paco, Gabriel de Oliveira e o preparador físico Paulo Manzini são sem dúvidas pontos fortíssimos a seu favor! Por esse conjunto aposto na vitória do Lino." - Pedro Otas, boxeador ex-campeão latino dos cruzadores da OMB.

"Eu pessoalmente sou neutro no resultado porque os dois são muito bons e mais ainda são meus amigos. Espero que seja uma boa luta." - Sidney Siqueira, boxeador.

"Lino, pois pela experiência e pelo momento bom que esta passando em sua carreira." - Samir Santos, boxeador.

"Acho que Lino pela experiência." - Antonio Gomes Pereira, o "Tony Boxe", professor de pugilismo.

"Vejo o Lino vencedor, tem mais punch... uma pegada mais dura." - Luiz Gonsalez, ex-empresário de Marcus Vinícius de Oliveira, o "Ratinho", antes do lutador migrar para os EUA.

"Lino campeão, Lino é o cara." - Sérgio Oliveira, boxeador de Santa Catarina, treinou na equipe de Servílio de Oliveira em São Caetano.

"Acho que será um luta muito dura para ambos, mas acredito que o trabalho do Gabriel e do Paco com o Lino farão a diferença em cima do Ringue. O lino é um pouco mais experiente e na minha opnião merece uma chance pro titulo. O gaspar é um ótimo lutador e terá um teste duríssimo pela frente, mas o Lino teve adversários mais expressivos e isso também conta muito." - Bruno Rissi, técnico de boxe, já atuou como auxiliar de Pitu e foi córner de Adaílton.

"Acredito na vitória de Lino Barros sobre Gaspar em uma luta épica, Lino está engasgado com tudo o que aconteceu com seu cinturão latino WBO,e vem super motivado para essa luta lutando em casa. Lino não quer decepcionar os palmeirenses. Lutas como essas é sempre muito bem vindas, acho que CT do Palmeiras vai estar lotado." - Lucas Melo, filho e auxiliar de treinos de Rocky Jr.

"Penso que é uma luta sem favoritos e muito perigosa nos ronda iniciais principalmente, creio que se tiver algum favorito, é o Lino apenas por experiência, e acredito a o Gaspar sabendo que Lino tem mais experiência e está mais acostumados com lutas longas vai entrar para tentar definir logo o combate, o que fará que a luta se torne perigosa, uma luta aberta, já lutei 2 vezes (amadorismo) com o Gaspar e treinei muito com o Lino, por isso digo que em minha opinião é uma luta que será definida nos detalhes, mas com algum risco de ter KO, por se tratar de dois bons atletas, um mais pegador, Gaspar, e outro que encaixa melhor os golpes, Lino. Estou fazendo de tudo para adiar minha volta para Las Vegas para poder ver de perto esta luta." - Raphael Zumbano "Love", campeão Fedelatin da AMB e 15º do ranking da entidade.

"Gaspar, pela juventude e por ter recebido menos golpes." - Enzo "Guido" Romero, pugilista argentino que luta pela federação boliviana e match-maker.

"Tenho amizade dos dois a do Gaspar até mais forte do que Lino, mas por experiência nos meus estudos acredito que esta luta é do Lino. Agora o porque, digamos que Lino tem mais experiência no amador e no profissional, lutou com pessoas de expressão,então esta é a razão.Treinou em boas academias, experiência de treinos e combates internacionais sem dúvida vitória garantida para Lino." - Osvalmir Damasceno, o "Jamaica Blindado", pugilista e match-maker.

Nota do Editor: Dia 29 será uma sexta-feira e não sábado como aponta o cartaz.

Carta aberta de Samir Santos para Michael Oliveira

Samir Santos / (foto: divulgação)

A carta abaixo representa as ideais do pugilista gaúcho Samir Santos e não do Córner do Leão tampouco seu editor:


"O sparring mais caro da história do boxe

Venho por meio desta mais uma vez colocar meu apoio ao verdadeiro boxe e mais ainda ao nosso tão sofrido boxe brasileiro, que ainda está repleto de aventureiros e gente brincando de lutar boxe e outros brincando de promotores.

Digo isto, pois em um passado recente, fiz um desafio a um até então grande promessa do pugilismo, isto dito pela mídia e seu empresário, mas que para mim não passava de um lutador com condições de se promover, e talvez da maneira certa ajudar o boxe brasileiro, como foi dito por ele mesmo ,não foi o que vi em nenhum de seus confrontos, nem dentro do país, tampouco fora. Neste meio tempo de não aceitar meu desafio ou por achar que eu não era um bom adversário ou mesmo pelo puro medo de enfrentar um lutador de verdade caiu nas asneira de desafiar o Popó como se o nosso deputado não tivesse mais nada para fazer do que ficar batendo em um pop star mais preocupado em aparecer do que lutar. Bom, daí todos já sabem, levaram a luta para o Uruguai ainda não sei o porque ja que o "Brazilian Rocky" queria tanto levantar o boxe no Brasil e leva a luta para um país ao lado acho que não se acostumou com o nosso mapa brasileiro ou conhece pouco nossa geografia, e nosso campeão mundial representante do país no esporte e eleito deputado por brasileiros, também aceitou a luta fora, quem sabe não queriam tantas testenunhas da sessão de sparring mais cara do boxe mundial, apesar de ter sido televisionada. Digo sessão de sparring, pois acredito que o Popó tenha trabalhado mais duro em seus treinos do que mesmo na luta, e que se a nossa promessa do boxe fugiu tanto de mim nem mesmo respondendo ao meu desafio podia ter feito um pouco mais do que apenas falar e fazer encenação, e se queria fazer uma sessão de sparring ou apanhar podia ter me chamado que eu cobraria bem menos pela mesma surra, vai a dica ai para o empresário e pai do Sr. Michael Oliveira caso queira fazer uma luta de preparação para a revanche que ele quer com o Popó, se bem que do jeito que ele lutou com o nosso deputado que estava a 5 anos longe dos ringues e apanhou como um guri teimoso apanha do pai, acho que nem quero mais lutar com ele, pois não esta no meu nível, mas quando quiser fazer um sessão de sparring ou sentir a patada do gaúcho me avisa Sr. "Brazilian Comedy Rocky"

Para Pacquiao revisão do resultado "restaura a fé do povo no esporte"

Manny Pacquiao (esq.) e Timothy-Bradley (dir.) / (foto: sportsillustredcnn.com google)

Título permanece com Bradley

O filipino Manny Pacquiao comemorou a posição da Organização Mundial de Boxe (OMB) que revisou seu resultado de derrota para o americano Timothy Bradley, 28, que permanece cinturão dos meio-médios (66,7 kg).

"Espero que com essa decisão a fé do público no boxe esteja restaurada", comemora o asiático já dono de 8 cinturões mundiais em categorias distintas e que estava há 7 temporadas sem sofrer um revés.

O encontro de Pacquiao e Bradley se deu dia 9 deste mês em Las Vegas, nos EUA. Ambos fizeram duelo de 12 rounds e os jurados optaram por decisão dividida de duplo 115-113 para Bradley e 115-113 para Pacquiao.

Os cinco jurados convocados posteriormente pela OMB para julgar após a polêmica gerada entre fãs e crítica. O quinteto viu vitória por decisão unânime de Pacquiao. 115-113, 116-112, 117-111, 118-110 e 117-111 foram as marcações dos revisores.

Após a divulgação, Pacquiao optou não se manifestar sobre possível revanche com Bradley, que havia sido anunciada antes para 10 de novembro. O filipino disse que conversará com seu agente Bob Arum, que também representa Bradley, sobre seu próximo embate.

Segundo o jornal espanhol AS, a OMB não tem autoridade para reverter o resultado, mas exige um reencontro de Bradley e Pacquiao.

Fonte: UOL, Agências Internacionais e Terra e ESPN/Estadão

Via Sylvia Prates - Facebook

É o rumo certo?

Artigo de Opinião

O leitor e fã assíduo Marcelo de Arruda levantou uma questão importante no espaço do Córner do Leão no Facebook em relação ao apresentado por brasileiros no boxe internacional. Os empresários e pugilistas nacionais precisam pensar em combates mais equilibrados e não esperar apenas elogios grandiosos.

Existem as delimitações sociais e as bolsas do exterior são atraentes, porém a derrota de um reflete sobre todos os outros pugilistas locais ainda mais se ela vier muito rápida, o que pode se dar pela a diferença de capacidade de um atleta para outro.

No mês de maio o comentarista de boxe Daniel Fucs fez recapitulação das investidas de brasileiros no exterior em abril e de 8 pugilistas apenas 2 voltaram para casa com vitória, dentre eles um saiu desacreditado e visto como azarão dado a fama que o país tem no exterior, mas voltou com o ouro, enquanto outro já era visto com condições de vitórias por conta de seu currículo e da capacidade de seus agentes internacionais. Alguns dos demais que sofreram revezes já encontraram o gosto da perda consecutivamente em outras terras.

No Brasil, posto neste blog os cartéis dos combatentes, os mesmos visíveis pelo site Boxrec, e há encontros que a diferença do currículo se destaca. Veteranos enfrentando debutantes ou pugilistas com acumuladas derrotas que não conhecem uma vitória há anos. Cada indivíduo é único, porém para o leigo e o público de outros países a impressão é que nosso país é exportador de carne... humana.

Outra preocupação são os exames médicos. Muitos afirmam não ter condições financeiras de fazê-los, mas será que o custo de seguir no ringue vale uma possível sequela no futuro ou até mesmo a morte em decorrência de batalhas?

Para atletas que fazem lutas duras em curto espaço de tempo e sparrings mais fortes que muitos encontros "amistosos" uma visita anual ao médico apenas é suficiente?

Há pugilistas se aposentando em condições precárias e isto pode ser encontrado na história do esporte nacional com nomes como Ditão, Mr. Peter Johnson, João Mendonça e Luizão. O boxe é meio de vida e não de morte.

A exposição de idéias quando feita de forma respeitosa apenas colabora com o debate, alguns até mesmo são provocativos, porém não usam de palavras de baixo calão ou ofensas pessoais. Em minha opinião o investimento de patrocinadores nacionais e internacionais só vira quando alguns pensamentos forem reavaliados.

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Tor Hamer bate Kevin Johnson e leva o Prizefighter

Tor Hamer / (foto: reprodução)

O americano Tor Hamer (18-1-0, 11 KO's) venceu na noite de hoje o Prizefighter International Heavyweights II no renomado York Hall em Londres no Reino Unido no torneio de 8 lutadores e faturou o troféu e o cheque de £32,000 após três vitórias sendo que na final foi superior à Kevin Johnson (28-2-1, 13 KO's) por 30-27, 30-28, 29-27.

Semi-finais
Kevin "Kingpin" Johnson venceu por decisão dividida o polonês Albert Sosnowski (47-5-2, 28 KO's) por 30-27, 29-28 enquanto o europeu ficou com 29-28.

Hamer capotou Tom Dallas (16-3-0, 12 KO's) do Reino Unido em apenas 29 segundos.

Quartas-de-finais
Johnson conseguiu um nocaute técnico sobre o novato marroquino Noureddine Meddoune (4-2-0, 4 KO's) com 2 minutos e 57 segundos do 1º assalto.

Albert Sosnowski conseguiu uma vitória por decisão dividida sobre Maurice Harris (25-17-2, 11 KO's). Harris balançou Sosnowski no 1º giro, mas o polonês se impôs nos outros assaltos. 29-28 duplo para Sosnowski e 29-28 para Harris.

Hamer conseguiu uma vitória por decisão unânime sobre o brasileiro Marcelo "Martelo" Luiz Nascimento (16-4-0, 14 KO's). As papeletas deram 29-28, 30-26 e 30-27.

Tom Dallas venceu com um nocaute técnico ao um minuto e  cinquenta e sete segundos no terceiro assalto Tom Little (3-1-0, KO's) que ficou sem fôlego. Tom de "Little" tem nada, pesa 118 kgs com 1,98m de altura.

Fonte: FightNews


OMB divulga análise de luta entre Pacquiao e Bradley

Manny Pacquiao (esq.) e Timothy Bradley (dir.) / (foto: AP)

A Organização Mundial de Boxe (OMB) divulga em seu site a análise de 5 jurados solicitada pelo presidente da entidade Francisco Valcarcel para o embate entre o americano Timothy Bradley e o filipino Manny Pacquiao ocorrido no início do mês que resultou em vitória por decisão dividida para o primeiro.

Os jurados da análise marcaram todos vitória para Pacquiao por 115-113, 116-112, 117-111, 118-110 e 117-111, enquanto os três responsáveis na luta viram duplo 115-113 para Bradley e 115-113 para o filipino.

O resultado anterior custou o cinturão dos meio-médios (66,7 kg) da OMB para Pacquiao. Órgãos da grande imprensa, da especializada e muitos fãs refutaram a escolha no dia da luta.

Para acessar as marcações dos jurados da análise liberada pelo site da OMB clique aqui.

Fonte: OMB

Muhammad Ali é estrela de campanha da Louis Vuitton



Muhammad Ali, 70, declarado o maior atleta do século XX pela Sports Illustrated é estrela da campanha Core Values da grife Louis Vuitton ao lado de seu neto. O lendário tricampeão de pugilismo entre os pesados e ativista social foi clicado pelas lentes de Anne Lebovitz.

Lino Barros lança fan page no Facebook

Lino Barros / (foto: divulgação)

O cruzador (90,7 kg) sul-mato-grossense Laudelino Barros, 35, lança sua fan page na rede social Facebook. Por meio dela será possível conferir as novidades na carreira do pugilista 5º colocado no ranking mundial da Associação Mundial de Boxe (AMB) e 13º da Organização Mundial de Boxe (OMB).

No sábado dia 29 terá pela frente o atual campeão latino OMB, Julio Cesar "Gaspar" dos Santos, 34, em combate que é chamado de "luta do ano" em solo nacional. Lino (35-2-0, 30 KO's) já foi detentor da cinta, mas por não defendê-la em tempo hábil a perdeu. Gaspar (21-0-0, 19 KO's) pretende continuar sua trajetória de invicto.


Casca perde por nocaute técnico, mas balança Troyanovski

Casca (agachado), árbitro Alexander Kalinkin (centro) e Troyanovski (dir.) / (imagem: reprodução)

O superleve (63,5 kg) brasileiro Claudinei Lacerda, 32, perdeu por nocaute técnico no 10º round em seu combate na arena CSKA de Moscou na Rússia diante do local Eduard Troyanovski, 32. O árbitro interrompeu aos dois minutos e cinquenta segundos após sequência de golpes.

Lacerda ou "Casca" (14-4-0, 10 KO's) entretanto levou Troyanovski (11-0-0, 8 KO's) para o chão no 9º round, o russo fez anti-jogo durante o combate usando de clinches quando ficava na curta distância, posição que favorecia Casca. O catarinense no começo não encontrou o espaço que favorecesse sua envergadura diante do rival mais alto.

O catarinense tem como mérito ter causado o primeiro knockdown da carreira de Troyanovsky. Tivesse mais apoio poderia ter mais espaço no cenário do pugilismo dado que quando perde é buscando a luta com seu estilo brigador.

Drozd vence Garrido no primeiro assalto

Fábio Garrido (centro) / (imagem: reprodução)

O brasileiro Fábio Garrido, 32, mostrou esquivas na arena do CSKA em Moscou, capital russa, que fizeram não foram de tudo eficazes, principalmente no momento que o cruzador (90,7 kg) local Grigory Drozd, 33, encontrou a distância e encaixou cruzados, o córner do paulistano pôde apenas arremessar a toalha aos 39 segundos do round para preservar seu atleta o que caracteriza vitória por nocaute técnico.

Garrido (25-3-0, 21 KO's) ficou em coma em 2004 após embate, aponta ter feito os exames exigidos pelos organismos internacionais quando voltou ao tablado. Caiu diante de Drozd (35-1-0, 25 KO's) que já nocauteou no passado o sul-mato-grossense Lino Barros que hoje é nº 5 do ranking da Associação Mundial de Boxe (AMB). Garrido mantém contrato atualmente com Adimilson Vasconcelos da Cruz, o "Pai Lalá".

O atleta agora pode buscar combates mais equilibrados, entretanto é esperado que passe por exames médicos. Sua capacidade para enfrentar o russo foi questionada pelo site BoxingScene que aponta ter sido a vitória mais fácil de Drozd.

Michael quer revanche com Popó

Popó (esq.) e Michael (dir.) / (foto: divulgação)

Michael Oliveira, 22, foi nocauteado no início do mês por Acelino "Popó" Freitas, 36, em luta pelos supermeio-médios (69,9 kg) e agora busca revanche em novembro contra o ídolo do esporte de luvas, porém não no Uruguai, mas sim no Brasil, conforme os jornalistas Wilson Baldini do Estadão e Maurício Dehò do UOL.

O pai e empresário de Michael, Carlos Oliveira aponta que foi feita uma proposta e que seu filho agora está mais confiante por saber como é a experiência de dividir o ringue com Popó. A reportagem aponta que o deputado baiano estuda o convite para combater no Ginásio do Ibirapuera em São Paulo. Até então, a vitória sobre o jovem rival seria sua despedida conforme pedido do filho Popozinho.

Para ler a postagem de Baldini em seu blog clique aqui.

Para ler a matéria de Dehò clique aqui.

Fox Sports transmitirá luta de Victor Ortiz no sábado

Victor Ortiz / (foto: divulgação)

O canal pago Fox Sports transmitirá na meia noite de sábado para domingo o combate entre o americano Victor "Vicious" Ortiz, 25, e seu compatriota Josesito Lopez, 27, em evento no Staples Center, Los Angeles, Califórnia, nos EUA.

Ortiz (29-3-2, 22 KO's) ao se desculpar por uma cabeçada intencional em seu último combate em setembro do ano passado foi nocauteado pelo americano Floyd Mayweather Jr., o pugilista já havia se desculpado antes e continuava reprisando o ato. O rival foi criticado, porém agiu dentro da regra. Agora Vicious Ortiz volta aos ringues visando novas chances.

Caso supere Lopez (29-4-0, 17 KO's) é aguardado pelo mexicano Saúl "Canelo" Álvarez, campeão supermeio-médio (69,9 kg) do Conselho Mundial de Boxe (CMB), em disputa de cinturão no MGM Grand  de Las Vegas, em Nevada, nos EUA, num encontro organizado por Oscar de La Hoya e sua Golden Boy Promotions para 15 de setembro.

Ortiz já foi campeão dos meio-médios (66,7 kg), título que obteve ao superar o compatriota Andre Berto em abril da temporada passada por decisão unânime e perdeu para Mayweather Jr.


Fonte: Wilson Baldini - Estadão

Luzimar Gonzaga nocauteia Lourival Cowboy em Osasco


Vídeo postado por Tyson Tigre

O supermédio (76,2 kg) baiano Luzimar "Tyson Tigre" Gonzaga, 29, venceu no último sábado Lourival "Cowboy" Luiz da Silva Guerreiro, 44, em combate promovido por Adimilson Vasconcelos da Cruz, o "Pai Lalá" em Osasco, região metropolitana de São Paulo.

Gonzaga (34-11-0, 28 KO's) fez um monólogo com sua pegada forte contra um oponente que não está em seu nível, no Brasil há dificuldades de bolsas para casar boas lutas, o árbitro Raphael Zumbano "Love" se viu obrigado a encerrar a peleja para preservar o atleta. Lourival Cowboy (2-61-0, 1 KO) soma sua 61ª derrota sendo esta a 35ª por nocaute, conforme o Boxrec estava afastado desde 2009, este ano já fez três embates, todos resultados em revés por via rápida.

Na mesma rodada o peso leve (61,2 kg) Murilo Alves (6-1-0, 3 KO's) venceu por nocaute técnico no 1º round Daniel Nascimento Conceição, o "Gringo" (5-9-0, 2 KO's) que não obtém vitória desde 2007 sendo que desde 2009 em sua últimas 6 lutas fora superado antes do gongo final.

Houve outros embates em Osasco, porém o resultados ainda não foram divulgados ou postados no BoxRec.

Fonte: Boxrec

"Ele era melhor que todos nós"

Teófilo Stevenson / (foto: reprodução)

"Ele era melhor que todos nós. Se fosse para o boxe profissional, dominaria a categoria dos pesados, assim como fez no amador", declarou o ex-bicampeão dos pesados George Foreman sobre como se sairia o cubano Teófilo Stevenson frente a ele próprio, Muhammad Ali e Joe Frazier. A morte do tricampeão olímpico de boxe foi último dia 11 de ataque cardíaco em Cuba, sua terra natal.

"Ele atuava como um profissional. Vinha pra cima de você. Tinha a melhor direita da história do amadorismo. Não virou profissional... uma tristeza. Manteria o cinturão dos pesados da maneira que fez entre os amadores".

Fonte: Michael Woods - ESPN.com

WWE confirma Mike Tyson em seu novo game


Chris Jericho (esq.) e Mike Tyson (dir.) / (foto: WWE / THQ Divulgação)

A World Wrestling Entertainment (WWE), gigante no ramo de pro-wrestling, confirma que Mike Tyson será personagem selecionável em seu novo game WWE '13 da THQ, empresa de vídeo-games. O ex-campeão dos pesados que entrou para o Hall da Fama da empresa liberou imagens da versão virtual do "Homem Mais Malvado do Planeta" em seu site oficial.

Entretanto, o pupilo de Cus D'amato só estará disponível para os jogadores que comprarem com pedido prévio nas revendedoras oficiais nos EUA e Canadá para os consoles Xbox 360 da Microsoft, PlayStation 3 da Sony e o Nintendo Wii.

Tyson chamou atenção da mídia em sua excursão no pro-wrestling em 1998 quando serviu como "segurança" de Shawn Michaels em seu confronto com "Stone Cold" Steve Austin pelo cinturão da entidade. O pro-wrestling é composto por lutas coreografadas, tanto que a empresa assume tal condição e se apresenta como "esporte de entretenimento". Durante o confronto, Tyson pulou de lado e garantiu a vitória de Austin.

Tyson retornou para mais participações em janeiro de 2010, e foi indicado ao Hall da Fama em março deste ano. Assumiu em entrevista que um de seus passatempos favoritos era assistir pro-wrestling e que se divertiu muito participando do espetáculo da WWE.

Fonte: WWE

terça-feira, 19 de junho de 2012

Popó fala da candidatura de Dórea para vereador de Salvador em evento



O treinador Luiz Dórea, que teve por suas mãos Acelino "Popó" Freitas, Junior "Cigano' dos Santos, Rodrigo "Minotauro" e Rogério "Minotouro" Nogueira será candidato para vereador em Salvador nestas eleições pelo PSD com apoio do governador Jacques Wagner (PT).

Johnson garante três nocautes no Prizefighter

Kevin Johnson / Lawrence Lustig

O pesado americano Kevin "Kingpin" Johnson, 32, garante que dará três nocautes na noite de amanhã no torneio Prizefighter que será realizado na Inglattera. Com cartel de 26 vitórias, 12 por nocaute, uma derrota e um empate, o pugilista não é conhecido como forte pegador, mas foi "até a distância", ou seja, os doze rounds quando desafiou o campeão mundial do Conselho Mundial de Boxe (CMB) Vitali Klitschko.

Johnson garante que derrubará os oponentes nas três lutas que pretende protagonizar no torneio de eliminatórias envolvendo mais 8 pugilistas. "Não há pressão em mim como favorito, o que me faz parecer melhor. Eu deveria ser o favorito, pois sou o melhor daqui", aponta Johnson para o FightNews.

"Eu creio que conquistarei a vitória na noite em que eu nocautear três dos oponentes em meu caminho e após isto voltarei para derrotar todos, todos os grandes nomes, não importa o que venha, definitivamente serei o campeão dos pesados e isto irá confirmar aquela disputa de cinta e eu vou ter isto mais rápido que muitos outros que aparecem e não merecem. Estou aqui por que me evitam nos EUA, mas após vencer isto, serei o homem no comando", analisa Johnson.

Na primeira rodada Johnson encara o marroquino Noureddine Meddone, na segunda quartas-de-final após o polônes Albert Sosnowski - que encarou Klitschko após Johnson - iniciar a noite contra o americano Maurice Harris de onde sairão os combates da segunda fase.

Na terceira luta das quartas de final o nova-iorquino Tor Hamer encara o brasileiro Marcelo "Martelo" Nascimento e o vencedor pega o vitorioso na batalha de britânicos entre Tom Dallas e Tom Little.

Fonte: FightNews

Marcelo "Martelo" Nascimento fala do Prizefighter

Vídeo de Match Room Boxing

Forbes aponta Mayweather e Pacquiao como os atletas mais bem pagos dos últimos 12 meses

Floyd Mayweather Jr. / (foto: AP)

A revista americana Forbes, especializada em economia, fez um levantamento dos 100 atletas mais bem pagos do mundo nos últimos 12 meses. O americano Floyd "Money" Mayweather Jr., 34, aparece no topo com US$ 85 milhões (R$ 170 milhões) pagos pelos combates com Victor Ortiz, dos EUA e o porto-riquenho Miguel Cotto.

O filipino Manny "Pac-Man" Pacquiao vem em segundo com US$ 62 milhões (R$ 124 milhões) pelos encontros com o mexicano Juan Manuel Marquez e o americano Timothy Bradley, os patrocínios foram somados a este valor.

O antigo rei da lista era o golfista americano Tiger Woods que agora teve rendimentos de US$ 59,4 milhões (R$ 118,8 milhões), portanto aparece como 3º colocado. Woods esteve envolvido em escândalos sexuais o que pode ter afetado sua fama.

Pacquiao é visto como herói e exemplo de comportamento o que influencia sua capacidade de atrair patrocinadores. Mayweather por sua vez é hábil como promotor de seus combates e sabe trabalhar dentro do esquema de pay-per-view das emissoras obtendo rendimentos nesta área.

Atrás de Mayweather, Pacquiao e Woods chegam o americano jogador de basquete LeBron James, o tenista suíço Roger Federer, o americano jogador de basquete Kobe Bryant, o golfista Phil Mickelson, o futebolista inglês David Beckham, o português jogador de futebol Cristiano Ronaldo e o jogador de futebol americano Peyton Manning.

Para conferir a publicação original no site da Forbes clique aqui.

Érica Mattos consegue vaga pra Londres 2012

Érica Mattos (dir.) / (foto: Ricardo Matsukawa / Terra)

A brasileira Érica Mattos conquistou na segunda-feira uma vaga para disputar os Jogos Olímpicos de Londres na categoria mosca (51 kg) de boxe pelo ranking das Américas. Com a convocação da atleta a equipe brasileira feminina levará três pugilistas para defender sua bandeira.

Érica se une a Adriana Araújo (60 kg) e Roseli Feitosa (75 kg) que obtiveram sua oportunidade para desembarcar na terra da Rainha Elizabeth por suas performances no Mundial de Boxe de Qinhuangdao, na China, no mês de maio.

Érica vai após a abertura de quatro lugares para o continente, que favorecem as melhores das temporadas de 2011 e 2012 que não haviam obtido suas vagas.

Pela primeira vez os Jogos Olímpicos terão disputa de boxe feminino. As lutas ocorrem de 5 a 9 de julho, no ExCel Exhibition Centre, em Londres.

Fonte: Terra

segunda-feira, 18 de junho de 2012

"Pode mais quem chora menos"

Fábio Garrido / (foto: arquivo pessoal)

Fábio Garrido, 32, está prestes a enfrentar o russo Grigory Drozd, 32, na arena do CSKA em Moscou na Rússia na quarta-feira 20/06. Há quase uma semana está no país se aclimatando e assume estar sentindo dificuldades para se adaptar, o fuso horário local é sete horas na frente do de Brasília.

"Exames de eletroencefalograma, ressonância magnética, eletrocardiograma e sangue", explica Garrido quando perguntado se segue a rotina de exames exigidos para um embate de boxe. O atleta ficou em coma após um combate em 2004, mas seu retorno aos ringues foi matéria até do jornal Folha de S. Paulo para qual o pugilista afirmou estar com a saúde em dia.

Drozd (34-1-0, 24 KO's) nocauteou o brasileiro Lino Barros em 2010 no 8º assalto e é tido como um dos vinte melhores do mundo entre os cruzadores (90,7 kg) pelo Boxrec. "Sobre ele ser um pegador duro... vamos ver na hora da luta, pode mais quem chora menos", declara Garrido (25-2-0, 21 KO's) sobre o rival, para o qual terá como tática "trabalhar da meia para curta distância".

Duas temporadas atrás o colombiano Britany Maquilon surpreendeu o paulistano e o superou. "Eu não fui derrotado por Maquilon, e sim por mim mesmo ao não ouvir as pessoas e fazer somente o que eu achava certo para se preparar para a luta, tanto que tive overtraining". Depois Garrido reencontrou as vitórias e se aproximou do empresário baiano Adimilson Vasconcelos da Cruz, o "Pai Lalá", enérgico dono de declarações polêmicas.

"Ele é meu manager, então fechou tudo pra mim, não faço nada sem o consentimento dele", aponta Garrido sobre seu trabalho com Pai Lalá. Desta vez o boxeador brasileiro garante que se preparou na medida indicada para evitar o overtraining.

Spike Lee será o diretor do espetáculo de Mike Tyson na Broadway

Mike Tyson (centro) e Spike Lee (dir.) / (foto: divulgação)

Mike Tyson, 45, divulgou há poucas horas a foto acima anunciando o diretor de cinema Spike Lee, 55, como o futuro diretor de seu monólogo na Broadway na qual o astro conta piadas e faz humor consigo sobre passagens dramáticas.

Tyson há alguns anos vem investindo nas artes cênicas, principalmente na comédia e na maior parte do tempo se parodiando, mostrando um humor que poucos esperavam dele.

Spike Lee é diretor desde 1983, tido como polêmico em muitas das suas peças abordou questões sócio-raciais como em Malcolm X (1992), cinebiografia do líder negro, e Faça a Coisa Certa (1989). Também é documentarista.